Continua após publicidade

Estupros e homicídios crescem em janeiro no estado de São Paulo

As estatísticas criminais foram divulgadas nesta segunda-feira (27) pela Secretaria de Segurança Pública

Por Agência Brasil
Atualizado em 28 Maio 2024, 09h04 - Publicado em 28 fev 2023, 10h36

O estado de São Paulo registrou piora nos indicadores de criminalidade no primeiro mês do ano em comparação a janeiro de 2022.

+ Tombamentos são recheados de casos controversos, polêmicos e pitorescos

De acordo com as estatísticas criminais divulgadas, nesta segunda-feira (27), pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, o número de homicídios dolosos (com intenção de matar) subiu 5,9%, passando de 236, em janeiro de 2022, para 250 no mês passado.

Os casos de estupro registraram alta de 14,8% em relação ao mesmo período, chegando a 921 casos no mês passado. O índice de furtos teve aumento de 11,5%. Os roubos e furtos de veículos cresceram, 10,8% e 9,6%, respectivamente. Os roubos em geral aumentaram de 20.474 para 20.877.

Produtividade policial

O balanço mostra ainda aumento na produtividade policial na comparação entre janeiro de 2022 e janeiro de 2023, mesmo com a alta da criminalidade no período.

Continua após a publicidade

“Entendemos que a produtividade operacional é fator decisivo e preponderante e demonstra o sinal de melhora na segurança pública”, afirmou o secretário Guilherme Derrite.

Segundo os dados, houve aumento de 7,2% na apreensão de armas de fogo, 25,9% de pessoas presas por mandado, 2,1% de veículos recuperados, 11,8% de flagrantes lavrados, 10,3% de pessoas presas e apreendidas em flagrante e 8,5% de ocorrências de tráfico de entorpecentes.

Carnaval

No carnaval, conforme os dados, foi registrada queda de 36% no número de roubos de aparelhos celulares. Os representantes da secretaria consideram que a festa deste ano foi “a mais segura dos últimos anos” no estado.

“Tivemos sucesso em todos os números, os furtos e roubos nestes eventos caíram. Alguns locais chegaram a cair mais de 23%, outros locais menos. Fizemos um trabalho antecipado, além da utilização de drones e do policiamento. Esse foi o carnaval mais seguro dos últimos anos”, afirmou o coronel Cássio Araújo de Freitas, Comandante Geral da Polícia Militar.

Continua após a publicidade

Pandemia

Considerando a pandemia, quando as medidas de distanciamento social levaram à redução de circulação de pessoas nas ruas e impacta nos indicadores criminais, o número de homicídios dolosos caiu 4,9% em janeiro de 2023 em comparação a janeiro de 2020. Os casos de estupros caiu 0,8%, roubos 13% e roubos de veículos,13,2%. Por outro lado, os números de furtos em geral aumentaram 8,4% e furtos a veículos 4%.

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.