Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Jovem esfaqueia sogro após parceira dizer que era violentada pelo padrasto

Defesa do suspeito alega que ele estava alcoolizado quando soube dos abusos; sogra também foi ferida

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 14 set 2021, 15h47 - Publicado em 14 set 2021, 15h41

Um estudante de 20 anos foi preso sob a suspeita de esfaquear o sogro e a sogra. O jovem confessou a agressão à polícia e se justificou dizendo que sua companheira, uma adolescente de 16 anos, era abusada pelo padrasto. O caso aconteceu em Peruíbe e os dois feridos seguem internados. As informações são do portal G1.

A ocorrência foi registrada como tentativa de homicídio e aconteceu no bairro Jardim Brasil. Ao chegar no local, a Polícia Militar encontrou uma mulher e um homem, de 56 e 54 anos, respectivamente, em estado grave. Foi solicitado o Serviço de Atendimento de Urgência, o Samu, para socorrê-los.

O sogro do agressor foi encontrado com vários ferimentos na cabeça e foi diagnosticado com traumatismo craniano. Sua mulher estava com um corte no pescoço e confirmou ter sido agredida pelo genro.

A companheira do estudante contou às autoridades que ela e o rapaz estavam em uma festa. Ele teria ingerido bebidas alcoólicas e ficado mais agressivo. Ela afirma que voltou para a casa junto do filho do casal e não acompanhou o parceiro quando ele saiu do evento.

A Polícia Militar localizou o estudante, que confessou a tentativa de homicídio e não ofereceu resistência à abordagem. Em seu depoimento, afirmou que as agressões foram motivadas pelo fato de seu sogro ter abusado da enteada mais de uma vez. O jovem ainda disse que sua parceira chegou a informar a mãe, que não acreditou na filha.

Continua após a publicidade

A defesa do suspeito afirma que ele não agiu de maneira premeditada e que ação foi um caso isolado. Segundo sua versão, ao descobrir sobre as violências que a adolescente sofria, foi até casa dos sogros. Lá, teve uma desavença com o padrasto da jovem de 16 anos e a sogra pegou uma faca, sendo desarmada pelo genro em seguida, desencadeando na tentativa de homicídio.

O homem e a mulher esfaqueados estão internados no hospital Irmã Dulce e não há atualização sobre o estado de saúde deles. O Conselho Tutelar foi acionado para conversar com a companheira do suspeito, já que ela é menor de idade.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade