Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Acionista da Cosan e família morrem em queda de avião no interior

Piloto e co-piloto também são vítimas; bimotor caiu em área de mata cerca de 15 segundos após decolar

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 14 set 2021, 12h07 - Publicado em 14 set 2021, 12h06

A Cosan divulgou comunicado em que confirma a morte do empresário Celso Silveira Mello Filho e família durante um acidente de avião em Piracicaba, no interior de São Paulo, na manhã desta terça-feira. Celso era acionista e irmão do presidente do Conselho de Administração da companhia, Rubens Ometto Silveira Mello. 

A aeronave caiu em uma área de mata. Houve explosão e incêndio. No bimotor estavam o piloto Celso Elias Carloni, o co-piloto Giovani Gulo e cinco pessoas da família Mello Filho: Celso, a esposa, Maria Luiza Meneghel, e os três filhos, Celso, Fernando e Camila. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o avião saiu do aeroporto de Piracicaba com destino ao Pará. A queda aconteceu cerca de 15 segundos após a decolagem. As causas do acidente são investigadas.

Continua após a publicidade
Publicidade