Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Homem é preso acusado de espalhar Covid-19 propositalmente

Diagnosticado com a doença, o indivíduo foi flagrado cuspindo nas mãos e as passando em maçanetas de carros

Por Redação VEJA São Paulo 5 mar 2021, 16h00

Um homem de 49 anos foi preso pela segunda vez nesta quinta-feira (4) pela Brigada Militar após passar a mão com saliva em maçanetas de carros nas cidades de Planalto e Iraí, no Rio Grande do Sul. Ele foi diagnosticado com Covid-19.

Detido pela primeira vez na última quarta-feira (3), o indivíduo foi avistado por funcionários da prefeitura de Planalto cuspindo nas próprias mãos e passando em maçanetas de carros estacionados. 

Fiscais que atuam contra a disseminação da doença foram acionados e o homem foi preso. Depois, foi comprovado após teste que ele estava infectado com a Covid-19 e a gestão municipal afirmou que irá fazer uma ação de limpeza na área para diminuir os riscos de contaminação. 

De acordo com a Brigada Militar, o homem foi orientado a ficar em isolamento, mas ele desobedeceu a recomendação no dia seguinte. Ele foi avistado praticando o mesmo ato na cidade de Iraí, vizinha de Planalto, e novamente foi detido por fiscais da prefeitura local. 

O homem foi levado a um hospital da região e seguirá internado em uma ala para pacientes com Covid-19. Ele não se manifestou em depoimento às autoridades. 

A Polícia Civil de Planalto abriu um inquérito para investigar o crime e o suspeito será investigado por “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa”, como previsto no Código Penal. 

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade