Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Entidades vão à Justiça contra fim da gratuidade no transporte a idosos

João Doria e Bruno Covas suspenderam benefício a pessoas com idades entre 60 e 64 anos no fim do ano passado

Por Redação VEJA São Paulo 7 jan 2021, 11h14

Duas entidades entraram com ação na Justiça contra o governador João Doria (PSDB) para tentar restabelecer a gratuidade no transporte público a pessoas com idades entre 60 e 64 anos. O Sindicato Nacional dos Aposentados e a Confederação Nacional dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgicas não concordam com o bloqueio dos cartões especiais.

A mudança aconteceu no fim do ano passado em decisão conjunta entre o governo do estado e a prefeitura de São Paulo. Bruno Covas (PSDB) revogou lei de 2013 que garantia a isenção da tarifa para pessoas dessas idades nas linhas de ônibus. Já Doria revogou decreto de 2014 que regulamentava a gratuidade no Metrô, trens da CPTM e ônibus intermunicipais (EMTU).

Publicidade