Clique e assine por apenas 6,90/mês

GCM reage a tentativa de assalto e atira contra suspeitos

A namorada do guarda foi ferida e levada ao Hospital Estadual Mário Covas, em São Bernardo do Campo

Por Redação VEJA São Paulo - 1 Mar 2017, 12h32

Um guarda civil metropolitano de São Bernardo do Campo reagiu a uma tentativa de assalto e trocou tiro com dois suspeitos na madrugada desta quarta-feira (1º), na Avenida Rotary, que fica em São Bernardo. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a namorada do guarda foi baleada e os dois suspeitos morreram durante a fuga.

O GCM e a namorada voltavam de um shopping em uma moto quando dois homens, em outra moto, se aproximaram às 0h08 desta quarta. O guarda, de 26 anos, percebeu que seria assaltado e sacou a arma. Houve troca de tiros e a namorada dele, de 21 anos, foi atingida na costela e levada ao Hospital Mario Covas, onde permanece internada.

Os dois assaltantes Walisson Ribeiro Duarte, de 19 anos, e um menor, de 17 anos, após a troca de tiros chegaram a fugir feridos, mas foram encontrados posteriormente sem vida. O guarda não ficou ferido.

O adolescente foi encontrado na Rua Silva Jardim, esquina com a Rua Marechal Deodoro, e foi encaminhado ao pronto socorro, mas não resistiu. O outro assaltante foi achado morto na Rua Américo Brasiliense, esquina com a Avenida Brigadeiro Faria Lima. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal e a polícia recolheu as evidências.

Continua após a publicidade

O caso foi registrado no 1° Distrito Policial de São Bernardo do Campo como tentativa de roubo, apreensão de veículo, ato infracional, tentativa de homicídio e apreensão de objeto.

Publicidade