Continua após publicidade

Fernando Holiday diz que assessor do PSOL o chamou de ‘pretinho de merda’

Vereador Toninho Vespoli (PSOL) disse que xingamento foi de 'cretino de merda'

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
15 out 2021, 17h48

O vereador Fernando Holiday (Novo) afirma que um dos assessores do vereador Toninho Vespoli (PSOL) o xingou de “pretinho de merda” durante votação da Reforma da Previdência municipal em 1º turno na última quarta-feira (13). O presidente da Câmara, Milton Leite (DEM), anunciou nesta sexta-feira (15) que pediu a abertura de sindicância para investigar a ofensa

O assessor é o professor de educação infantil da prefeitura Ivan Ferreira dos Santos Carvalho. Vespoli argumenta que a palavra teria sido “cretino”, e não “pretinho”. Vídeos da ofensa foram enviadas para análise da perícia.

“As exatas palavras da ofensa não mudam que a fala é uma clara agressão ao vereador Holiday, feita por um funcionário que ganha dinheiro público para trabalhar pelo povo. Se houve ofensa racial é pior ainda. Não admitiremos nada disso aqui nesta casa”, disse Milton Leite.

Holiday afirmou que fará um boletim de ocorrência e pedirá a cassação de Vespoli por uso indevido de funcionário.

a Câmara aprovou em primeira votação o projeto da reforma por 37 votos contra 16.

Continua após a publicidade

A reportagem procurou o gabinete de Vespoli, mas não teve retorno.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.