Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Doria fala sobre Cracolândia em vídeo: “Não vou recuar”

Prefeito prometeu desmantelar os 'fluxos' que se espalharam pela cidade e disse que não vai ceder à "pressão daqueles que querem intimidar"

Por Redação VEJA São Paulo 29 Maio 2017, 21h54

O prefeito João Doria (PSDB) fez um comunicado sobre a Cracolândia nesta segunda (29). Em vídeo publicado em seu perfil pessoal no Facebook, Doria afirma que não vai recuar das ações da prefeitura na região desde domingo (22).

A proposta sofreu duas derrotas judiciais importantes, tendo vetadas demolições e remoção compulsória de dependentes químicos a pedido da Defensoria Pública.

  • No vídeo, o prefeito afirma que a Cracolândia deixou de existir fisicamente  – entre as ruas Helvetia e Dino Bueno – e prometeu desmantelar os ‘fluxos’ que se espalharam pela cidade desde a operação. “Faremos ainda este ano. Nós temos a identificação, sabemos onde estão, sabemos também da ação desses traficantes”. diz. Foram identificados 22 novos pontos de uso da droga, o maior deles na Praça Princesa Isabel, a 600 metros da região.

    Doria enfatizou que não irá recuar diante do que chamou de “pressão daqueles que querem intimidar no grito e na força a ação pública” e informou que a vai recorrer da decisão que barrou a proposta de recolher viciados para avaliação médica à força, uma das principais bandeiras da operação. A proposta original da prefeitura pedia aval para internações sem pedidos individuais à Justiça. “A palavra não é internação, é internamento. É oferecer a estas pessoas a chance da vida”, afirmou.

     

    Assista:

    Continua após a publicidade
    Publicidade