Continua após publicidade

Determinação pode obrigar indústrias a produzirem respiradores

Ministério Público Estadual emitiu recomendação para que linhas de produção também sejam usadas para fazer equipamentos de segurança individual

Por Agência Brasil
Atualizado em 4 abr 2020, 18h39 - Publicado em 4 abr 2020, 16h42

O Ministério Público Estadual emitiu uma recomendação para que governo do estado de São Paulo e a prefeitura da capital paulista determinem que toda a cadeia industrial do estado seja revertida, imediatamente, para a produção de equipamentos de proteção individual, respiradores, insumos e matérias-primas para testes do coronavírus, insumos hospitalares e equipamentos necessários para o atendimento assistencial à saúde no combate ao novo coronavírus.

+Assine a Vejinha por 14,90 mensais.

Na recomendação, publicada ontem (3), o MP pede que os governos estabeleçam acordos com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o Conselho Superior da Cadeia Produtiva da Saúde, montadoras de automóveis, a Associação Brasileira de Indústrias Têxteis, indústrias de produtos de limpeza, refinarias de cana de açúcar e demais setores do complexo industrial para a produção dos equipamentos. 

O MP deu prazo de 72 horas para que os governos municipal e estadual manifestem se cumprirão as recomendações.

Continua após a publicidade

+ OUÇA O PODCAST #SPsonha

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.