Clique e assine por apenas 5,90/mês

A cratera da Vila Madalena

Um mês e meio depois de surgir por conta de uma chuva forte, buraco está com 3 metros de diâmetro e 5 de profundidade

Por Mauricio Xavier [com reportagem de Isabella Villalba] - Atualizado em 5 dez 2016, 18h16 - Publicado em 18 fev 2011, 23h46

Segundo a prefeitura, cerca de 1.000 buracos são abertos todos os dias na cidade. No dia 11 de janeiro, uma chuva forte criou um na esquina das ruas Gerard David e Cipriano Juca, na Vila Madalena. Na ocasião, um carro até caiu na abertura, àquela altura, trivial. Um mês e meio depois, a depressão “evoluiu” para uma cratera de respeito, com 3 metros de diâmetro e 5 de profundidade, depois que uma galeria subterrânea ruiu. Técnicos da Secretaria de Infraestrutura Urbana trabalham no local e a previsão é que o problema seja resolvido só em maio.

Publicidade