Continua após publicidade

São Silvestre: Brasil conquista 2° lugar no masculino e 3° no feminino

Africanos venceram em ambas as modalidades; atletas brasileiros Daniel Nascimento e Jenifer do Nascimento foram quem subiram ao pódio

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 27 Maio 2024, 18h56 - Publicado em 31 dez 2021, 12h40

A 96ª edição da corrida de São Silvestre ocorreu na manhã desta sexta-feira (31), em São Paulo, e contou com brasileiros no pódio. O atleta Daniel Nascimento conquistou o segundo lugar na categoria de elite masculina, ficando atrás somente do etíope Belay Bezabh, que completou a prova em 44min54s. Na categoria de elite feminina, a queniana Sandrafelis Chebet alcançou o primeiro lugar, seguida da também etíope Yenenesh Dinkesa e da brasileira Jenifer do Nascimento, que ficou em terceiro. 

Com essa vitória, Sandrafelis Chebet, que completou a maratona em 50min07s, alcançou o bicampeonato. Ela foi vencedora da edição de 2018, à época com 20 anos de idade. O caso é o mesmo para Belay Bezabh, que também consagrou-se como bicampeão na edição de 2021.

+Confira o que abre e o que fecha no ano-novo em São Paulo

Além das três primeiras colocações, as brasileiras Valdilene Santos e Franciane Moura conquistaram o 4° e o 5° lugar, respectivamente. 

Covid-19

A corrida de São Silvestre teve que ser cancelada em 2020 pela primeira vez desde seu surgimento, devido à pandemia. Em 2021, a realização do evento, com protocolos apresentados pela empresa realizadora, foi aprovada pela Secretaria Municipal da Saúde.

Continua após a publicidade

Nesta edição, o acesso à Avenida Paulista teve que ser controlado, para evitar aglomeração do público nos pontos de largada e chegada.

+Mega da Virada sorteia hoje prêmio estimado em R$ 350 milhões

Nos pontos de maior concentração de pessoas, o uso de máscaras foi obrigatório tanto para o público quanto para os atletas. Para a realização da prova, no entanto, o uso do acessório foi opcional.

Além disso, todos os participantes tiveram que apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid-19. Os atletas inscritos na prova portaram um selo de vacinação no número que estampa a camiseta de cada um.

+Carnaval na capital será definido até 10 de janeiro

Continua após a publicidade

“A Prefeitura de São Paulo informa que foi estabelecido protocolo para todas as etapas da corrida de São Silvestre, desde a retirada dos kits até a dispersão. As regras, definidas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) em conjunto com a organização da prova, exigem o uso de máscara nos locais de concentração, na largada e chegada. O comprovante de vacinação contra Covid-19 é exigido para todos os participantes da prova”, disse a administração municipal em nota.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.