Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Cometa Neowise chega ao Brasil; saiba como vê-lo de São Paulo

Ele só nos visitará novamente daqui a 6 765 anos

Por Vinicius Tamamoto Atualizado em 22 jul 2020, 15h23 - Publicado em 22 jul 2020, 12h36

Quem nunca viu um cometa pode ter a chance de vivenciar essa experiência. O Neowise, que rendeu imagens espetaculares quando passou pelo Hemisfério Norte, poderá ser visto agora pelos brasileiros.

A previsão é de que ele dê as caras por aqui entre a terça-feira (21) e o fim do mês, podendo se estender até os primeiros dias de agosto. Com uma pitada de sorte, os paulistanos poderão contemplar o corpo, mas sua beleza já deve estar comprometida, diz o professor Roberto Costa, do departamento de Astronomia da USP.

“Vai ser uma manchinha no céu.” O especialista sugere que os interessados usem um binóculo ou uma luneta para melhor contemplação*. “Hoje ele deve aparecer bem baixinho no horizonte e, a cada dia, surgir mais alto,” diz.

O professor respondeu a três perguntas essenciais para quem quer ver o Neowise:

Para onde olhar?

É preciso observar o horizonte na posição em que o sol se põe. Uma dica é esticar a mão à frente e medir um palmo e meio à direita da posição do pôr do sol. O cometa estará nesta posição. Alguns aplicativos de celular podem ajudar na localização.

Continua após a publicidade

Dá pra ver da capital?

É possível, mas ele estará bem fraco. Também é preciso estar em um local onde a direção noroeste esteja desimpedida, ou seja, sem morros ou prédios tapando a visão. Outros fatores importam: iluminação artificial forte e nuvens no céu podem impedir a contemplação.

A que horas é possível avistar?

No comecinho da noite, entre 18h15 e 18h20. O próximo Neowise só nos visitará novamente daqui a 6.765 anos

Se for usar binóculo ou luneta, jamais aponte os aparelhos para o sol.

  •  

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade