Casarão na Liberdade já foi residência de Ramos de Azevedo

Em um dos vitrais, figura um esboço do que viria a ser o Teatro Municipal

Um imponente casarão no número 111 da rua Pirapitingui, na Liberdade, já foi residência de um dos principais personagens paulistanos, o arquiteto Ramos de Azevedo. Projetada por ele, a construção de arquitetura neoclássica de 1891 ainda hoje mantém itens originais da época, como pia, banheiro e azulejos do hall.

O desenho do Teatro Municipal, em um vitral: o cartão-postal só seria inaugurado vinte anos depois

O desenho do Teatro Municipal, em um vitral: o cartão-postal só seria inaugurado vinte anos depois (André Argolo/Divulgação/Veja SP)

O detalhe mais notável fica escondido em um dos vitrais: entre os adornos, figura o esboço do que viria a ser a fachada do Teatro Municipal, projeto icônico do profissional inaugurado em 1911 e cartão-postal da capital. Tombado pelo Condephaat e Conpresp, o palacete funciona atualmente como sede da editora Global, que o adquiriu em 1988 e trabalhou em sua restauração até 2010.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s