Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Os candidatos a deputado federal mais bem cotados em São Paulo

Dos postulantes citados, quatro concorrem à reeleição e três estiveram na lista dos mais bem votados de 2014

Por Camila Pusiol Atualizado em 7 out 2018, 10h29 - Publicado em 28 set 2018, 18h50

Faltam poucos dias para 7 de outubro e muitos eleitores ainda estão indecisos quanto a seus votos. No caso dos deputados, a situação é diferente do que acontece nas eleições para presidente, governador e senador, quando os mais bem votados ganham. Os deputados são escolhidos por meio de um sistema proporcional. Isso significa, basicamente, que para se eleger, os candidatos não dependem apenas dos votos, mas também da representatividade do seu partido na Câmara, obtida através de coligações e associações partidárias.

No último dia 23, uma pesquisa do Ibope divulgada pelo jornal O Globo mostrou quem eram os cinco candidatos a deputado federal mais mencionados para representar São Paulo na Câmara. Dos postulantes citados, quatro concorrem à reeleição e três estiveram na lista dos mais bem votados de 2014. Confira abaixo:

  • Celso Russomano (PRB)
celso russomanno
Celso Russomanno Divulgação

Exercendo seu quinto mandato, Celso Russomanno foi o deputado mais bem colocado da última eleição, com 1,5 milhão de votos. Nos anos 90, o político ganhou fama de defensor dos consumidores por meio do quadro que apresentava no programa Aqui Agora, do SBT, no qual mediava as reclamações feita por clientes contra diversas empresas. Em seu quarto partido, Russomanno também tem passagens pelo PFL, PSDB e PP. Na Câmara, é autor de projetos de lei como o que promete levar energia elétrica para propriedades ainda não atendidas e o que determina prazo máximo de quinze minutos para o consumidor receber atendimento nos bancos e instituições financeiras.

  • Tiririca (PR)
O deputado federalTiririca durante sessão para eleger o novo presidente da Câmar
Tiririca Divulgação

Tentando seu terceiro mandato, Francisco Everardo Oliveira Silva, mais conhecido como Tiririca, foi o deputado federal mais  bem votado nas eleições de 2010, com cerca de 1,3 milhão de votos, e o segundo mais bem votado em 2014, com 1 milhão de votos. Junto a outros parlamentares, assinou um projeto de lei que instituiu o Programa de Cultura do Trabalhador e criou o vale-cultura. Em dezembro do ano passado, o político veio a publico dizer que não tentaria a reeleição, alegando ter vergonha do que viu durante seu mandato, mas mudou de opinião.

  • Marco Feliciano (PODE)
Marco Feliciano
Marco Feliciano Alan Marques/Folhapress/Veja SP

Terceiro deputado mais bem votado de 2014, com 398 000 votos, o pastor Marco Antônio Feliciano é um dos representantes da chamada bancada evangélica na Câmara. O político ficou conhecido por suas declarações polêmicas, principalmente em relações aos homossexuais. É autor de um projeto de lei que propõe a proibição de qualquer tipo de profanação a símbolos religiosos, em apresentações ao vivo, exposição, programas de TV, cinema…

  • Eduardo Bolsonaro (PSL)
Eduardo Bolsonaro
Eduardo Bolsonaro Leo Martins/Veja SP

Em 2014, Eduardo Bolsonaro foi apenas o 61º mais votado no estado, mas, de acordo com a pesquisa do Ibope, hoje é o terceiro mais citado pelos eleitores, mostrando a força do seu sobrenome. Filho de Jair Bolsonaro, o candidato que tenta se reeleger para seu segundo mandato defende o estado mínimo, o porte de arma para a população, o liberalismo econômico e a educação privada. 

  • Kim Kataguiri (DEM)
protesto-kim-kataguiri
Kim Kataguiri Maurício Xavier

Entre os cinco mais citados, é o único que nunca exerceu nenhum mandato. Líder do movimento MBL, Katagiuri, de 22 anos, tem entre suas propostas a saída do Brasil do Mercosul, a legalização do homeschooling e o fim do fundo partidário.

Continua após a publicidade
Publicidade