Continua após publicidade

Caminhão usado para tirar cones da ciclofaixa de lazer usa cartaz golpista

Veículo também ostentava faixa “Globo Lixo” e passou buzinando; prefeitura afirma que vai apurar

Por Redação VEJA São Paulo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 16 nov 2022, 08h59 - Publicado em 15 nov 2022, 19h33

Um caminhão utilizado para recolher os cones que delimitam a ciclofaixa de lazer montada na cidade de São Paulo nesta terça-feira (15) ostentava faixas com mensagens golpistas, tais quais as usadas em atos antidemocráticos que se espalharam pelo país.

+Militar que atropelou e matou pai e filha em treino de corrida não tem CNH

Numa imagem publicada por uma cicloativista, é possível observar que o parachoque está com uma grande faixa escrito “Globo Lixo”, e, no vidro dianteiro, alguns cartazes, inclusive um deles com a frase “Forças Armadas Salvem o Brasil”. O veículo passou buzinando.

Continua após a publicidade

Pelas redes sociais, cicloativistas se mostraram indignados e cobravam resposta do prefeito Ricardo Nunes (MDB). Procurada, a Prefeitura, por meio da Secretaria Especial de Comunicação (SECOM), afirma que “lamenta profundamente que um veículo contratado com recursos públicos e a serviço da população da cidade de São Paulo tenha sido usado de forma inescrupulosa para fazer apologia antidemocrática e ofender a Rede Globo de televisão. A atual gestão municipal repudia veementemente todas as manifestações que sejam contrárias ao regime democrático e preguem qualquer tipo de violência contra pessoas, a imprensa e que estimulem qualquer tipo de preconceito. A Secretaria de Mobilidade e Trânsito e a Companhia de Engenharia de Tráfego já estão apurando a ocorrência e adotarão as punições cabíveis”.

+Galpão da Subprefeitura da Mooca é assaltado na Zona Leste de São Paulo

As ciclofaixas de lazer estavam sendo operadas desde o dia 28 de agosto pela Coranda TV e Publicidade. Entretanto, desde que assumiu o serviço a empresa acumulou uma série irregularidades na execução do projeto,  o que levou ao rompimento do termo de cooperação de forma definitiva no dia 5 de novembro.

Continua após a publicidade

Segundo publicação do Diário Oficial da Cidade, quem assumiu o serviço foi a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. Para isso, foi feito um repasse no valor de 1,3 milhão para a pasta.

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.