Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Bolsonaro será avaliado em Brasília antes de viagem a Nova York

Expectativa é que presidente receba alta até terça-feira (17)

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 15 set 2019, 12h46 - Publicado em 15 set 2019, 12h44

O porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, afirmou, em entrevista coletiva no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde o presidente Jair Bolsonaro está internado, que a equipe médica deve se deslocar para Brasília após a alta do presidente para fazer uma avaliação antes da viagem para a Nova York. Na cidade norte-americana Bolsonaro vai participar da Assembleia-Geral da ONU.

O porta-voz afirmou que ainda não há uma data definida para essa avaliação acontecer. “Mas está dentro do espectro temporal do planejamento, que inclui as análises referentes à viagem para Nova York, que estamos mantendo o planejamento, com bastante esperança que se realize efetivamente.”

O presidente continua apresentando melhora clínica progressiva, segundo boletim emitido na manhã deste domingo (15). “Permanece sem dor, afebril e com melhora dos movimentos intestinais”, diz a nota assinada pela equipe médica que atende Bolsonaro, chefiada pelo cirurgião Antonio Luiz Macedo.

Os médicos informam que a alimentação cremosa introduzida na dieta do presidente teve boa aceitação e que neste domingo terá início a redução do volume da alimentação endovenosa. O porta-voz afirmou que conversou com os médicos nesta manhã e que eles estão “vivamente impressionados” com a recuperação e com a forma com que ele está recebendo a alimentação cremosa, introduzida neste sábado.

O Planalto espera a alta médica para segunda ou terça-feira. Bolsonaro está há oito dias no hospital em São Paulo, onde se recupera da cirurgia para correção de uma hérnia incisional. É o quarto procedimento após o atentado a facada da qual foi vítima em setembro de 2018, em Juiz de Fora (MG).

Continua após a publicidade
Publicidade