Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

São Paulo terá o primeiro bloco de rap no Carnaval

O grupo ocupará o Vale do Anhangabaú

Por Adriana Farias Atualizado em 31 jan 2017, 15h20 - Publicado em 30 jan 2017, 19h22

São Paulo terá o primeiro bloco de Carnaval dedicado ao rap entre os 495 inscritos para este ano na capital. Trata-se do Beatloko, idealizado pelo DJ Cia, membro do RZO e produtor musical, e as companhias 17 Produções e Rua Livre.

As batidas do rap, hip-hop e black music irão rolar em cima de um trio elétrico no dia 25 de fevereiro, das 14h às 20h, no Vale do Anhangabaú.

A carreta terá 18 metros de comprimento, trazendo palco e camarim para os músicos convidados, entre eles, além do próprio RZO, Família Madá, Costa Gold e os DJs KL Jay e Zé Colmeia. A estimativa é reunir em torno de 50 000 pessoas.

dj-cia-divulgacao
Dj Cia, membro do RZO e produtor musical (Foto: Divulgação)

“É mais um espaço conquistado pelo rap. Em uma data festiva como o Carnaval, vale ter todos os estilos musicais”, diz o músico.

Continua após a publicidade

Também haverá um concurso temático de fantasias. Os participantes poderão ir vestidos de grandes ícones da cultura negra, como 2PAC, James Brown, Beyoncé… “Ganha aquele que tiver a fantasia mais original, quem lembrar melhor o artista. Vamos presentear com camisetas, tênis, entre outros prêmios”.

Outros blocos inéditos

A diversidade de sons e estilos será um imperativo neste Carnaval. Haverá outro bloco que também será o primeiro dedicado ao sertanejo. O Pinga Ni Mim saíra no dia 27 de fevereiro às 16 horas da rua Inhambu, 5, em Moema, e seguirá até a avenida Hélio Pellegrino, 870, na Vila Nova Conceição. 

Em tempos de política à flor da pele, haverá outro dedicado ao prefeito de São Paulo em tom de protesto pelos grafites removidos na Avenida 23 de Maio. O bloco Vou de Doria surgiu a partir de uma brincadeira no Facebook e se reúne no dia 10 de fevereiro, às 19h, no Largo da Batata, em Pinheiros, na Zona Oeste da capital.

Continua após a publicidade

Publicidade