Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Estudo com AstraZeneca aponta queda de 71% de casos de Covid em Botucatu

Ao todo, 120 405 habitantes do município receberam a primeira dose do imunizante, o que representa aproximadamente 81% da população

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 28 jun 2021, 14h46 - Publicado em 28 jun 2021, 13h32

Após seis semanas da vacinação em massa em Botucatu, estudo da Unesp junto à prefeitura e ao Ministério da Saúde aponta que houve redução de 71% dos casos de Covid-19 no município. O imunizante contra o vírus usado foi o da AstraZeneca. 

A previsão dos especialistas era de que a redução de casos começasse a ocorrer a partir da segunda semana de junho, situação que se confirmou nos primeiros resultados do estudo. A queda de 71,3% foi registrada nas últimas três semanas. Os responsáveis pela pesquisa acreditam que a vacina levará a queda de transmissibilidade, reduzindo também o número de casos graves, hospitalizações, internalizações e, por fim, as mortes.

+ AstraZeneca: 3ª dose de vacina produz forte resposta imune, diz estudo

A população até agora recebeu a primeira dose da AstraZeneca, a segunda está prevista para agosto. Todos os moradores devem seguir respeitando as medidas de distanciamento social e uso de máscaras. No dia 23, o Hospital do Bairro não registrou qualquer internação por Covid no município. 

Desde maio, Botucatu recebeu ações para promover a vacinação em massa na cidade. Ao todo, 120 405 habitantes receberam a primeira dose do imunizante, o que representa aproximadamente 81% da população. De acordo com a prefeitura, isso já significa que todos os adultos estão vacinados.

Estudo em Serrana

Outro estudo sobre vacinação em massa que aconteceu no estado foi o ‘Projeto S‘ na cidade de Serrana. A pesquisa, coordenada pelo Instituto Butantan para verificar a efetividade da vacinação para o controle da pandemia, foi divulgada no dia 31 de maio em evento com o governador João Doria (PSDB) e o diretor da instituição, Dimas Covas. Com a vacinação de 95% dos habitantes acima de 18 anos na cidade com a CoronaVac, a pesquisa científica mostrou quedas significativas nos números da pandemia: 95% em mortes, 86% de internações e 80% em casos sintomáticos de Covid-19.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade