Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Após perder irmão para Covid, Valdemiro Santiago diz que irá tomar vacina

"Não que eu confie na vacina, só confio em Deus", disse o apóstolo e líder da Igreja Mundial do Poder de Deus

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 30 jun 2021, 12h00 - Publicado em 30 jun 2021, 11h03

O apóstolo Valdemiro Santiago, que perdeu recentemente o irmão Vanderley Santiago por complicações da Covid-19, afirmou que irá tomar a vacina contra o vírus. A fala aconteceu na última terça-feira (29), em entrevista a uma emissora local de São Carlos, no interior de São Paulo.

“Vou me vacinar com certeza. Não que eu confie na vacina, só confio em Deus. Até porque eu devo obediência também, não é?”, disse ele, que ainda afirma não ter medo de morrer. “Fui chamado há 41 anos para preparar pessoas para a morte, ou seja, é a única certeza que você tem até conhecer a verdade, a palavra. Todo mundo que nasce, se entende por gente, sabe que vai morrer”.

LEIA TAMBÉM: Capital começa a vacinar público de 42 e 43 anos, e postos registram filas

Valdomiro chegou a ser investigado pelo Ministério Público Federal por possível prática de estelionato após vender sementes de feijão que dizia serem capazes de curar a Covid-19. O “tratamento” não tem nenhuma evidência científica de que funcione.

Segundo a prefeitura, o irmão de Valdomiro procurou atendimento no Centro de Triagem do Ginásio Milton Olaio Filho, local conhecido como “covidário”. Depois, ele foi transferido para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Santa Felícia, onde sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu.

O bispo foi enterrado na terça-feira, no cemitério Nossa Senhora de Carmo. Esteve presente na curta cerimônia de despedida e no sepultamento o prefeito da cidade, Airton Garcia.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade