Clique e assine por apenas 6,90/mês

Justiça concede regime semiaberto para Alexandre Nardoni

Ele foi condenado a 30 anos e 2 meses de prisão pela morte da filha Isabella em 2008

Por Redação VEJA São Paulo - 30 Apr 2019, 19h42

Preso há onze anos pela morte da filha Isabela, à época com 5 anos de idade, Alexandre Nardoni recebeu da Justiça o benefício de progressão de pena ao regime semiaberto nesta terça (30).

Com a mudança, ele poderá trabalhar ou estudar fora da prisão durante o dia, voltando ao presídio apenas à noite, além do direito de saídas anuais que somem até 35 dias. Anna Carolina Jatobá, condenada junto ao pai da menina pelo assassinato, já cumpre pena no regime semiaberto desde 2017.

O Ministério Público de São Paulo informou que ainda não foi notificado oficialmente sobre a decisão, mas que deve recorrer assim que tomar ciência do caso pelas vias legais.

Alexandre e Anna Carolina foram acusados de ter jogado o corpo da menina, então com 5 anos, pela janela do sexto andar do prédio em que moravam, na Zona Norte de São Paulo, em março de 2008. Apesar de condenados, ambos sempre negaram o crime.

Continua após a publicidade

Com Estadão Conteúdo.

Publicidade