Clique e assine por apenas 5,90/mês
Vida Boa Por Bárbara Öberg A repórter Bárbara Öberg fala sobre bem estar, exercícios, saúde e novidades para melhorar a rotina.

Mudando relação com a comida, ela perdeu 40 quilos em um ano

Eu me choquei quando vi a barriga tanquinho de Vanessa Furstenberger, de 43 anos, e quase não pude acreditar que ela era uma comedora compulsiva, do tipo que assaltava a geladeira na madrugada. Há quatro anos, Vanessa deu um basta (chegou a ter 100 quilos, em 1,66 metro) e procurou uma nutricionista, que fracionou suas refeições em pequenas porções, consumidas várias vezes ao dia (seis, em média). E […]

Por VEJA SP - Atualizado em 26 fev 2017, 10h28 - Publicado em 1 set 2016, 16h56
Antes, com 100 quilos em 1,66 de altura (Foto: Arquivo Pessoal)

Antes, com 100 quilos em 1,66 de altura (Foto: Arquivo Pessoal)

Eu me choquei quando vi a barriga tanquinho de Vanessa Furstenberger, de 43 anos, e quase não pude acreditar que ela era uma comedora compulsiva, do tipo que assaltava a geladeira na madrugada. Há quatro anos, Vanessa deu um basta (chegou a ter 100 quilos, em 1,66 metro) e procurou uma nutricionista, que fracionou suas refeições em pequenas porções, consumidas várias vezes ao dia (seis, em média).

Depois, com 60 quilos a menos (Foto: Arquivo Pessoal)

Depois, com 40 quilos a menos (Foto: Arquivo Pessoal)

E tome aulas de aeróbica e musculação. Em um ano, lá se foram 40 quilos. “Aprendi a ter uma nova relação com a comida e nunca mais tive recaída”, conta ela. Não houve remédio nem cirurgia. Foi a mente que passou a mandar no corpo.

Continua após a publicidade
Publicidade