Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Viajar e Curtir Por Blog Tudo o que é preciso saber antes de embarcar para a viagem dos sonhos

Uma paulistana em… Montréal

Moradora de Montréal, no Canadá, há quatro anos, Alexandra Forbes tem o emprego dos sonhos: é paga para viajar e comer bem. Muito bem. Jurada da lista dos 50 Best da revista inglesa Restaurant, colunista gastronômica e jornalista de publicações brasileiras e internacionais, ela divide, abaixo, seus endereços gourmet preferidos na cidade, que, segundo ela, […]

Por Júlia Gouveia Atualizado em 27 fev 2017, 11h48 - Publicado em 28 nov 2012, 15h04

Alexandra: referência em gastronomia

Moradora de Montréal, no Canadá, há quatro anos, Alexandra Forbes tem o emprego dos sonhos: é paga para viajar e comer bem. Muito bem. Jurada da lista dos 50 Best da revista inglesa Restaurant, colunista gastronômica e jornalista de publicações brasileiras e internacionais, ela divide, abaixo, seus endereços gourmet preferidos na cidade, que, segundo ela, “é relativamente pequena – daí parte de seu charme – mas a cena gastronômica, relativamente falando, é grande”. As fotos são também de sua autoria.

 

Mangiafoco

A fachada não poderia ser mais discreta, mas não se engane: por trás do vidro há uma pizzaria supersacada, com jeito de bar, que é também um mozzarella bar. O dono é o charmoso guitarrista Jeff Stinco, da banda Simple Plan, que esteve em turnê pelo Brasil há pouco – e que sabe muito mais de gastronomia e vinhos do que se poderia imaginar. Fica em Old Montreal, o bairro lindinho e superturístico onde deve-se sempre saber onde ir, porque muitos dos restaurantes são roubadas.

105 Rue St-Paul Ouest, 514/ 419-8380.

Ferreira Café

Cataplana de arroz e frutos do mar

Não há na cidade melhor anfitrião que Carlos Ferreira, o proprietário desse restaurante, português, é claro. Há bacalhau bom e sempre, mas prefiro cair de cabeça nas ostras maravilhosas, nas sardinhas grelhadas e nos frutos do mar – bem melhores do que costuma se encontrar em restaurantes portugueses no Brasil. Serviço impecável, grande carta de vinhos portugueses. Muito frequentado por homens de negócio no almoço, sempre cheio à noite.

1446 Peel Street, 514/ 848-0900.

 

Joe Beef

O balcão: reservar é fundamental

Meu favoritíssimo, mas por razões meio pessoais: de tanto ir lá, me tratam como família – o que sempre faz a diferença em um lugar superbadalado onde mesas são disputadíssimas. Dave McMillan and Fred Morin, os carismáticos donos, revezam-se para receber os clientes habitués. Este tem que reservar com muita antecedência, pela internet.

2491, Notre-Dame Street West, 514/ 935-6504.

 

Park

Arroz Bibimbap

Continua após a publicidade

Ir ao Park – um restaurante de influência japonesa tocado por um canadense coreano criado na Argentina – é ótima desculpa para conhecer um bairro bem fora do circuito turístico, superelegante e bonito, chamado Westmount. O sushi é ótimo, claro, mas experimente pratos coreanos como o arroz bibimbap, raridade no Brasil.

378 Victoria Avenue, Westmount, 514/750-7534.

 

Maison Publique

Atualmente o lugar mais falado da cidade, esse novo gastropub foi bolado pelo chef Derek Damman, bem conhecido por cozinhar com carnes incomuns e miúdos. Sempre cheio e animado, o restaurante tem um menu curto que muda sempre, focado em pratos com porco, patês, quiches, etc. Aos domingos tem ótimo brunch.

4720 Marquette Street, 514/507-0555.

 

Les 400 Coups

Preparação minuciosa de pratos. Crédito: divulgação

Para aquelas noites especiais, quando cai bem um menu degustação bem delicadinho e moderno, este é o lugar.

400 Notre-Dame Street East, 514/985-0400.

 

Le Club Chasse et Pêche

O ambiente escurinho e aconchegante

Escondidinho, cool, escuro, cheio de gente bacana e delicioso. Lugar quase sem turistas onde come-se comida do Québec decididamente contemporânea.

423 St-Claude Street, 514/ 861-1112.”

 

Siga as andanças de Alexandra no Twitter: @aleforbes

Continua após a publicidade
Publicidade