Clique e assine por apenas 5,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Execução judicial cobra da Vai-Vai 563 000 reais

Ex-membro da diretoria afirma que fez empréstimo em 2019 para a escola de samba, mas levou calote da agremiação

Por Sérgio Quintella - 6 mar 2020, 06h33

Enquanto comemora a volta à elite do Carnaval paulistano, a Vai-Vai se defende de uma execução judicial de 563 000 reais. O produtor artístico Marcelo Faria, ex-membro da diretoria, afirma que emprestou a quantia em junho de 2019, sem cobrar juros, mas não recebeu nenhum centavo das seis parcelas de 93 944 reais prometidas. Na ação, a atual gestão diz que consultou o presidente licenciado, Darly Silva, o Neguitão, e que ele se lembra de ter assinado uma confissão de dívida bem menor, de 57 000 reais. Agora, a Vai-Vai, que sugere adulteração do documento, pede a condenação de Faria por litigância de má-fé. Procuradas, as partes não quiseram comentar.

+ OUÇA O PODCAST Jornada da Calma

Publicidade