“É uma estratégia”, diz dona de salão badalado sobre calote no aluguel

Tereza Cury é responsável pelo endereço Square, nos Jardins

Desde março, o badalado salão Square, nos Jardins, sofre uma ação de despejo por dever 200 000 reais de três meses de aluguel. “Não pagar é uma estratégia”, diz a dona do point aberto em 2013, Tereza Cury. Seria uma forma meio torta de pressionar o proprietário do casarão, Fabio de Nigris, a passar o local para Papilla Ribeiro. É dela a unidade vizinha ao Square do salão Jacques Janine, que logo pretende anunciar uma expansão para o imóvel da ex-concorrente. “Há tempos queria me afastar do Square. Agora serei curadora internacional do Jacques Janine”, diz Tereza. Procurada, a direção da rede não confirma a transação.

Na terça (7), Janine Goossens, fundadora do Jacques Janine, enviou a seguinte nota à redação:

“Em 61 anos de marca, construímos a nossa história sobre pilares éticos. Agradeço a Tereza Cury pelo relacionamento de respeito e gratidão que mantemos por estes anos.
O curador internacional da nossa marca continua sendo Olivier Chemin, meu neto, que hoje reside nos Estados Unidos, e eu nacionalmente.”

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 8 de maio de 2019, edição nº 2633.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s