Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Cartaz com veneno é nova arma contra o ‘Aedes aegypti’

A ideia é da equipe da agência de publicidade BETC São Paulo, em parceria com a ONG Habitat para a Humanidade

Por Ana Carolina Soares Atualizado em 5 fev 2020, 14h04 - Publicado em 8 jun 2018, 06h00

Um cartaz feito de papel de arroz é a mais nova arma contra a propagação do mosquito Aedes aegypti, responsável por doenças como dengue, febre amarela, zika e chikungunya. Ele contém uma substância larvicida, a BTI, que é liberada quando o pôster se dissolve com a água da chuva (a ação do veneno tem duração de pelo menos sessenta dias).

A ideia é da equipe da agência de publicidade BETC São Paulo, em parceria com a ONG Habitat para a Humanidade. “Imprimimos 600 pôsteres, e nossa intenção é ampliar a iniciativa e distribuí-los por todo o país”, diz Erh Ray, sócio e CEO da empresa. Neste sábado (9), um mutirão de voluntários vai entregar mais de 100 folhas em Heliópolis, na Zona Sul.

  • Publicidade