Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Otakus festejam e se aglomeram sem máscara na Praça da Liberdade

Com bebidas e música alta, cerca de 50 jovens fãs de cultura pop asiática passaram o sábado na praça do bairro sem usar máscara ou praticar distanciamento

Por Humberto Abdo Atualizado em 5 dez 2020, 20h54 - Publicado em 5 dez 2020, 19h26

Bebida barata e sucessos da música coreana animaram o sábado (5) de vários jovens aglomerados na Praça da Liberdade. Dias após o estado regredir para a Fase Amarela devido ao aumento de casos de Covid-19, a reportagem flagrou adolescentes fãs de cultura pop asiática — os otakus — bebendo e dançando abraçados e sem usar máscara protetora.

Moradores do bairro afirmam que reuniões como essa são comuns na região. Por volta das 18h, cerca de 50 pessoas conversavam, bebiam e dançavam próximas a uma banca de jornal enquanto alguns pedestres aguardavam o ônibus em um dos pontos da Avenida Liberdade.

Nos comércios e na feira de rua com barracas de pratos asiáticos, a quantidade de clientes também lembrava o movimento de um sábado qualquer, como se não houvesse pandemia. Em frente a uma cafeteria de esquina, as filas para entrar no local ocupavam toda a calçada do estabelecimento.

Em nota, a prefeitura reforçou que todos os protocolos de biossegurança precisam ser respeitados para garantir a saúde e proteção da população e que a cidade continua em quarentena. “As Secretarias Municipais de Saúde e Subprefeituras têm atuado primeiramente na abordagem e conscientização dos cidadãos e também dos estabelecimentos comerciais, reforçando à população a necessidade do uso correto das máscaras, não fazendo desta uma ação punitiva. O Município disponibiliza a Central SP156, além de praças de atendimento das subprefeituras para denúncias”, completa.

Jovens passaram a tarde sem usar máscara ou praticar distanciamento social próximos a banca de jornais da Liberdade.
Jovens passaram a tarde sem usar máscara ou praticar distanciamento social próximos a banca de jornais da Liberdade. Humberto Abdo/Veja SP

+Assine a Vejinha a partir de 5,90

Com a retomada da Fase Amarela, atividades culturais em teatros, museus, bibliotecas e cinemas ainda poderão ser suspensas. A medida ocorreu um dia após as eleições municipais.

Prefeito reeleito, Bruno Covas (PSDB) afirmou durante campanha que os números da pandemia na capital estavam estáveis. “Há uma estabilidade da pandemia na cidade de São Paulo”, disse. Na segunda (30), em entrevista à Globonews, o tucano disse que em “nenhum momento se pautou pelo calendário eleitoral”. O prefeito também afirmou que “não há espaço para discurso alarmista de que teremos novo lockdown nem de que pandemia acabou”.

João Doria disse em coletiva de imprensa que a volta do estado para a Fase Amarela foi tomada com base em dados e rejeitou qualquer relação com a agenda eleitoral.

+Assine a Vejinha a partir de 5,90

Continua após a publicidade
Publicidade