Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Divórcios milionários: as maiores disputas de patrimônio entre ex-casais

A separação e a briga por uma fatia da fortuna do antigo parceiro

Por Ana Carolina Soares - Atualizado em 3 Maio 2019, 20h50 - Publicado em 3 Maio 2019, 06h00

42 ANOS DE CASADOS

A pensão de 400 000 reais seria um recorde nacional, se tivesse sido autorizada. Yara Rossi Baumgart foi diminuindo o valor até que, agora, contenta- se com parte do patrimônio do ex, Roberto Baumgart, sócio de um conglomerado de 1 bilhão de reais. Os dois terminaram um casamento de 42 anos entre ações de despejo, confisco de joias e insinuações de infidelidade.

José Marcelo Braga Nascimento e Regina Braga: pensão a ser definida entre 30 000 e 100 000 reais JOÃO BERTHOLINI / Reprodução Facebook/Divulgação

ROMPIMENTO ESCRITO NAS ESTRELAS

O advogado José Marcelo Braga Nascimento ganhou fama ao espalhar bandeiras do Brasil pelas ruas na gestão Doria (ele é um dos maiores apoiadores do tucano). Há vinte anos faz fortuna com ações de grandes empresas contra a Sabesp. Calcula-se que tenha acumulado uma bolada de 1 bilhão de reais. Em 2015, terminou um casamento de dezessete anos com a astróloga Regina Braga, com quem teve dois filhos. Ela pede na Justiça metade dos bens e uma pensão a ser definida entre 30 000 e 100 000 reais.

Continua após a publicidade
Getúlio Vilela, dono do Grupo Cinco Estrelas, paga uma ‘mesada’ de 30 000 reais à ex-esposa Reprodução Facebook/Divulgação

“SALÁRIO” DE 30 000 REAIS

Um patrimônio de quase 300 milhões de reais e uma “mesada” estimada em 30 000 reais. Esse é o acordo conquistado pela empresária Silvia Marisa Resende Vilela em razão das quase duas décadas de casamento com Getúlio Vilela, dono do Grupo Cinco Estrelas, que atua nas áreas de agropecuária e usinas hidrelétricas. Os dois tiveram quatro filhos, separaram-se em 1997 e, ainda hoje, seguem em disputas na Justiça.

Flávio Maluf e Jacqueline Torres Maluf: pensão recorde de 217 000 reais Clayton de Souza / Evelson de Freitas/Divulgação

VALOR RECORDE

Em 2007, a advogada Jacqueline Torres Maluf virou dona da maior pensão da história do país: 217 000 reais conseguidos após a separação de Flávio Maluf, filho de Paulo Maluf, proprietário da Eucatex, de material de construção. Em 2008, os dois fizeram um acordo e o valor foi reduzido para 100 000 reais. O ex-casal tem três filhos, com idade entre 24 e 28 anos. Há cerca de dois anos, ocorreu um novo trato e Jacqueline parou de receber a bolada em troca de uma parte do patrimônio.

Continua após a publicidade
Mario Rodrigues/Veja SP

SEPARAÇÃO RUIDOSA

O rompimento se deu em 2016, com direito a texto no Facebook de Antonio Augusto Amaral Filho, o Tutinha, dono da Jovem Pan, contra a ex, a advogada Flávia Eluf. Ele a acusa de ter furtado bens. Há um mês, um oficial de Justiça foi à casa de Flávia, nos Jardins, e levou de louças a mesa de jantar. Tutinha colocou ainda um anúncio em VEJA para evitar a venda de 41 obras de arte, avaliadas em 13 milhões de reais. Os dois brigam também para rever a pensão de 60 000 reais das duas filhas.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 8 de maio de 2019, edição nº 2633.

Publicidade