Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Pianista desmonta instrumento no palco em protesto

Na performance para denunciar o sucateamento do ensino público, Désirée Brissac toca um trecho de 'Romeu e Julieta', de Prokofiev

Por Ana Carolina Soares - 24 Maio 2019, 06h00

No palco, um piano é desmontado enquanto uma musicista insiste em tocar um trecho de Romeu e Julieta, de Prokofiev. A performance de Désirée Brissac, 21, estudante da faculdade de música da Universidade Estadual Paulista (Unesp), foi criada em 2016 para denunciar o sucateamento do ensino público — que certamente não começou ontem. “Mas agora, por causa do corte absurdo no orçamento da educação e das declarações horrorosas do nosso presidente Jair Bolsonaro, infelizmente tornou-se mais atual do que nunca”, inflama-se Désirée. “É um tiro no pé! Precisam mexer nas balbúrdias dos governantes antes de amputar áreas tão essenciais como a educação!” Em 18 de junho, no auditório da Unesp, na Barra Funda, a estudante ativista encerrará sua apresentação, que é gratuita e tem quase uma hora, com o que ela chama de “desconcerto”. “O piano será recuperado, claro. Afinal, não dá para seguir o exemplo do governo e desmontar a nossa cultura”, acredita.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 29 de maio de 2019, edição nº 2636.

 

Publicidade