Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Bailarina americana arrecada 500 mil dólares para bolsas de estudo em São Paulo

Após visitar São Paulo para uma apresentação, Maria Caruso se apaixonou pela capital e criou programa que leva dançarinos até Pittsburgh, na Pensilvânia

Por Humberto Abdo Atualizado em 16 set 2021, 18h35 - Publicado em 17 set 2021, 06h00

Depois do balé, veio o samba. Nascida em Pittsburgh, nos EUA, a dançarina Maria Caruso, 40, conheceu São Paulo pouco antes da pandemia e se apaixonou pelos brasileiros. “Foi uma viagem de última hora, após ter feito minha turnê. Acabei fazendo seis performances na capital e aproveitei para aprender a sambar”, diverte-se. Sua primeira visita serviu de inspiração para lançar uma bolsa de estudos com investimento total de 457 000 dólares, incentivo para que os brasileiros selecionados possam treinar na Pensilvânia.

O contato com a dança, desde pequena, nasceu “como terapia” para aceitar o próprio corpo e lidar com a relação dos pais — que foram casados e divorciados três vezes. Seu solo, Metamorphosis, também é resultado dessa experiência. “Algumas cenas têm direito a arranhões no pescoço e remetem a esses traumas”, resume.

Nas folgas, ela pratica atividades ao ar livre. “Acabei de aprender a dirigir um carro manual, estou me arriscando na moto e gosto de pescar e escalar montanhas.” No dia 22, retorna à cidade para uma apresentação no Teatro J. Safra. “Não sou só uma doida que veio ao Brasil uma vez, quero criar uma relação de longo prazo.”

A bailarina americana Maria Caruso posa sentada com uma das pernas voltadas para o lado e uma das mãos na cintura. Veste uma roupa com tecido de cetim verde-água em formato de flor na altura do quadril. Tem cabelos longos e castanhos e está encarando a câmera.
A bailarina americana Maria Caruso: fã de atividades ao ar livre e recém-apaixonada pelo Brasil. Heather Tabacchi/Divulgação

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 22 de setembro de 2021, edição nº 2756

  • Continua após a publicidade
    Publicidade