Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Após condenação, Edinho volta a trabalhar e falta no casamento do pai, Pelé

Quem foi à cerimônia de casamento de Pelé com a empresária Marcia Cibele Aoki notou a falta de uma pessoa: o primogênito do craque, Edinho Nascimento, de 45 anos. O motivo da ausência foi justificado. Há dois meses, o rapaz assinou contrato como técnico do clube Água Santa, de Diadema, e estava em concentração na data do casório do […]

Por João Batista Jr. Atualizado em 26 fev 2017, 11h12 - Publicado em 14 jul 2016, 13h25
Edinho Nascimento: faltou à cerimônia do pai porque estava trabalhando (Foto: Reprodução/Facebook)

Edinho Nascimento: faltou à cerimônia do pai porque estava trabalhando (Foto: Reprodução/Facebook)

Quem foi à cerimônia de casamento de Pelé com a empresária Marcia Cibele Aoki notou a falta de uma pessoa: o primogênito do craque, Edinho Nascimento, de 45 anos. O motivo da ausência foi justificado. Há dois meses, o rapaz assinou contrato como técnico do clube Água Santa, de Diadema, e estava em concentração na data do casório do pai, no último dia 9. Foi representado na festa por sua mulher, Jéssica.

Edinho teve duas passagens como goleiro do Santos, entre 1990 e 91 e 94 a 98. Trata-se da primeira vez que assume um clube como técnico. O Água Santa disputa pela A2 do Paulistão.

+ Pelé se declara à nova esposa em postagem

Em 2014, o ex-atleta foi condenado a 33 anos de prisão por lavagem de dinheiro e associação ao tráfico de drogas. Seu advogado entrou com recurso e não foi agendada a audiência de segunda instância. Edinho pode trabalhar normalmente, só não tem autorização para deixar o Brasil.

Pelé

Postagem de Pelé no dia do casamento em seu Instagram (Foto: Reprodução Instagram)

Continua após a publicidade
Publicidade