Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

Hopi Hari: novo presidente, brigas na Justiça e disputa até por senhas

Em meio à recuperação judicial, o novo administrador alfineta seu antecessor

Por Ana Carolina Soares - Atualizado em 30 jul 2019, 16h56 - Publicado em 28 jun 2019, 06h00

No início do mês, Alexandre Rodrigues, 47, assumiu o comando do parque de diversões Hopi Hari, na região de Vinhedo. Desde 2017, ano do início do processo de recuperação judicial, o local era administrado por José David Xavier. “Os sócios verificaram que ele estava mais preocupado em promover sua imagem do que a do parque”, alfineta Rodrigues, que já gerenciou outras empresas endividadas e detesta câmeras, ao contrário de seu antecessor, apelidado de “João Doria” por causa do gosto por vídeos ao vivo na web.

As brigas na Justiça pelo controle do local arrastam-se desde 2018 e, na quarta (19), mais uma, inusitada: pelas senhas das redes sociais. “Queremos divulgar eventos como a Hora do Horror, que terá sua maior edição dos últimos anos, mas o Xavier insiste em escrever os posts”, reclama Rodrigues. O ex-presidente e também sócio do parque conta que não sabe do novo processo e afirma que seguirá um acordo firmado no início de junho, pelo qual sua filha vai continuar gerenciando as redes durante o próximo mês. “Essa nova administração quer desviar dinheiro e espero voltar para lá”, diz. Em tempo: a assessoria de imprensa do parque informa que há um outro processo na justiça sobre essas acusações.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 03 de julho de 2019, edição nº 2641.

Publicidade