Clique e assine por apenas 6,90/mês
Terraço Paulistano Notas exclusivas sobre artistas, políticos, atletas, modelos, empresários e pessoas de outras áreas que são destaque na cidade. Por Humberto Abdo.

“A crise é grave, mas não esperava”, diz Ronnie Von sobre demissão

Apresentador demitido na sexta (19) após 15 anos na TV Gazeta diz que já recebeu propostas e deverá voltar ao ar em breve

Por Ana Carolina Soares - Atualizado em 19 Jul 2019, 19h53 - Publicado em 19 Jul 2019, 19h39

Às 15h da sexta (19), assim que saiu dos estúdios do Todo Seu, programa transmitido pela TV Gazeta, o cantor e apresentador Ronnie Von foi chamado à sala de Marinês Rodrigues, superintendente de programação da emissora. Em questão de minutos, soube de sua demissão. “Quando se está há quinze anos em um lugar, a gente espera ficar mais quinze anos. Não esperava por isso, mas está tudo bem”, diz o artista. A seguir, ele fala do rompimento e de novos planos:

Não houve negociação com a direção para manter o contrato?

Assim que sentei à mesa, Marinês foi muito simpática, mas foi logo começando a conversa com “a gente está vivendo um momento muito complicado, você sabe…”. Eles disseram que não tinham mais condições de manter um contrato como o meu. Aí, entendi o recado e logo encurtei a conversa. Não queria que o assunto se desenrolasse para algo como negociação com diminuição de valores. Foi algo rápido, de comum acordo. Houve beijos, abraços e lágrimas da parte deles.

Mas você não conseguiu se despedir do seu público…

Continua após a publicidade

Pois é, não consegui… Mas acho que isso é uma tradição da emissora (o apresentador Celso Zucatelli, também demitido nesta sexta 19, além das apresentadoras Cátia Fonseca e Palmirinha, que saíram há alguns anos, também não puderam avisar a audiência quando deixaram a TV Gazeta). O pior: minha equipe de onze pessoas da produção, meus menininhos, também foram desligados… Fiquei mais chateado por eles.

Você esperava por essa demissão?

Não. Ao mesmo tempo, há uma crise grave no país que se reflete nos meios de comunicação. Sei que a situação está complicada, a crise é grave, mas não esperava. Quando se está há quinze anos em um lugar, a gente espera ficar mais quinze anos. Mas está tudo bem.

E agora? O que pretende fazer?

Continua após a publicidade

Cheguei em casa hoje às 16h30 e logo já havia duas ligações com propostas. Voltarei ao ar em breve.

Em televisão aberta, fechada ou YouTube?

Televisão aberta, claro! Sou um dinossauro (Risos). Sei que o futuro está no YouTube e em televisão fechada, assisto a vários canais, mas os anunciantes seguem na televisão aberta. Podem me aguardar.

Publicidade