Clique e assine por apenas 6,90/mês
São Paulo nas Alturas Por Raul Juste Lores Redator-chefe de Veja São Paulo, é autor do livro "São Paulo nas Alturas", sobre a Pauliceia dos anos 50. Ex-correspondente em Pequim, Nova York, Washington e Buenos Aires, escreve sobre urbanismo e arquitetura

Edifício Albar é exemplar de capricho em Santa Cecília

Residencial foi um dos primeiros projetados por Pedro Paulo de Melo Saraiva e Mauricio Tuck Schneider

Por Raul Justes Lores - 5 Oct 2018, 06h00

Quando incorporadores ainda batizavam edifícios de um jeito que qualquer um pudesse pronunciar, nasceu o Albar (das iniciais das ruas Albuquerque Lins e Baronesa de Itu, pois fica bem na esquina). Foi um dos primeiros residenciais projetados pela dupla (então com 20 e poucos anos de idade) Pedro Paulo de Melo Saraiva e Mauricio Tuck Schneider, ambos formados no Mackenzie.

O Albar: nome provém das iniciais das ruas Albuquerque Lins e Baronesa de Itu Raul Justes Lores/Veja SP

A fachada tem alumínio, madeira e vidro, com janelas e apartamentos espaçosos em um terreno de apenas 20×40 metros. No térreo (onde, antes do gradil, havia grandes degraus para a calçada), existe uma escultura de ardósia de um pastor com ovelhas, parafusada à madeira, feita pelos artistas Gerson Knispel e Monique Cornil.

Publicidade