Clique e assine por apenas 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Novidades da cultura pop e da internet

Pais querem mudar nome da filha após lançamento da Amazon

O pai ficou muito feliz com a decisão nos primeiros meses de vida do bebê, até que a Amazon lançou um eletrodoméstico que mudou sua opinião

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 5 Feb 2020, 14h03 - Publicado em 11 Jun 2018, 18h45

Você consideraria mudar o nome do seu filho? Pois um pai está dando o que falar na internet ao questionar se ele deve alterar o nome de batismo da filha, já que ele teme que ela sofra bullying quando for mais velha. O rapaz amou o nome da criança e ficou muito feliz com a decisão nos primeiros meses de vida do bebê, até que a Amazon lançou um eletrodoméstico que mudou a opinião do paizão: trata-se de Alexa, que tem o mesmo nome da criança e é… uma assistente virtual inteligente.

Em um desabafo no site NetMums, ele diz que a criança já é alvo de piadas por causa do nome e está preocupado com a reação dos colegas quando a menina começar o colégio. “Estou procurando a opinião das pessoas sobre uma questão muito delicada. A nossa primeira filha se chama Alexa. Ela nasceu poucos meses antes da Amazon lançar o produto que está tomando conta do mundo“, escreveu o homem na internet.

A nossa menininha está perto dos 16 meses de idade, tem noção do próprio nome e fala fluentemente. No entanto, muitas vezes, quando somos questionados sobre o nome dela por alguém que não conhecemos, eles falam que também têm uma Alexa em casa, ou dizem algo que é chato e frustrante. A vida no colégio já é difícil o suficiente, então nós estamos considerando mudar o nome dela para evitar anos de bullying“, explicou. “Nós pensamos em mudar o nome dela para Alex, que seria mais fácil, mas podemos escolher um nome completamente diferente, já que nós não somos fãs do nome“.

Nós tomaremos a nossa decisão, mas eu sou o tipo de pessoa que gosta de pedir a opinião de outras pessoas. Amamos o nome Alexa, mas estamos preocupados que ela possa odiá-lo e nós precisamos pensar nela, e não em nós mesmos“, argumentou o rapaz.

Continua após a publicidade

Apesar das boas intenções da família, internautas não gostaram da ideia de mudar o nome da criança: “Eu não mudaria o nome dela nesse estágio, seria muito confuso para a menina“, argumentou uma mulher. “Da próxima vez que você ouvir uma piadinha sobre o eletrodoméstico, você pode dizer algo na linha ‘se eu tivesse 5 reais para cada pessoa que fez essa piada, eu seria um homem rico agora…’“, sugeriu outro internautas. “Eu tenho a sensação que esses eletrodomésticos sairão de moda e serão substituídos“, argumentou outra. “Eu não mudaria o nome. Eu não quero parecer desrespeitosa, mas parece que você está exagerando um pouco“.

As informações são do The Daily Mirror.

Dê sua opinião: E você, o que achou da polêmica? Deixe seu comentário e aproveite para curtir a nossa fanpage no Facebook!

Publicidade