Noiva revela por que “picotou” vestido avaliado em 5 000 reais

"Foi surreal ver as roupinhas, mas eu fiquei muito feliz ao lembrar que elas vão ajudar alguém", desabafou a mulher, que sofreu um aborto em 2011

Após sofrer um aborto espontâneo após 14 semanas de gravidez, Hayley Parker, 33 anos, tentou encontrar maneiras para ajudar outro pais que estavam enfrentando situações parecidas à que ela e o marido, Keith Parker, sofreram.

Hayley, então, tomou uma decisão inesperada: ela usou seu vestido de casamento no valor de 1 200 libras (cerca de 5 000 reais) para fazer pequenas roupas mortuárias para pais que perderam seus filhos. A peça foi doada a uma instituição de caridade especializada na boa ação chamada Cherished Gowns for Angel Babies: “Eu tinha ouvido falar sobre a organização alguns anos atrás, após uma amiga perder o bebê, então eu sabia o que faria com o meu vestido“, revelou a mulher ao The Daily Mirror.

O marido concordou com a ideia, mas muitas pessoas fizeram comentários negativos sobre a decisão de Hayley: “Eles me questionavam e perguntavam por que eu não queria guardar o vestido. Eu disse que o vestido era meu e que isso era o que eu gostaria de fazer com ele“, desabafou a mulher.

Antes de sofrer o aborto em 2011, Hayley já enfrentava problemas ginecológicos: células cancerígenas se desenvolviam constantemente ao redor do seu cérvix e, apesar de passar por três cirurgias, os tumores continuavam retornando.

Mas se engana quem acha que Hayley não dedicou um longo período à escolha do vestido de noiva: ela sempre quis algo tradicional, mas manteve em mente o seu objetivo para a peça. “Eu queria ter certeza  de que o vestido era adequado, sem muitos bordados, já que seria difícil desmembrá-lo se ele fosse muito enfeitado“, contou.

Pouco tempo depois, a mulher viu que a organização estava aceitando doações e não perdeu a oportunidade. “Foi surreal ver as roupinhas, mas eu fiquei muito feliz ao lembrar que elas vão ajudar alguém. E você não precisa ter perdido um bebê para ajudar a entidade“.

Após uma cirurgia para impedir que as células cancerígenas retornem, Hayley não pode mais ficar grávida — mas ela não se arrepende de ter doado o vestido. “Eu aceito a minha decisão. Não há nada que eu gostaria de ter feito com o meu vestido além disso“.

Dê sua opinião: E você, o que achou da história emocionante da mulher? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s