Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Mulher publica alerta emocionante após perder o marido e o filho num acidente de carro

O pior pesadelo de uma mãe é ter que enterrar seu filho. Mas a jovem Kristian “Nikki” Guerrero, de apenas 24 anos de idade, precisou enfrentar esta situação, e não apenas isso: após um acidente de carro, ela também de despediu de seu marido, Fabian Guerrero-Moreno. “Esta sou eu, finalmente segurando meu filho em meus braços. É […]

Por VEJASP Atualizado em 26 fev 2017, 10h03 - Publicado em 23 set 2016, 18h30

ABRE03

O pior pesadelo de uma mãe é ter que enterrar seu filho. Mas a jovem Kristian “Nikki” Guerrero, de apenas 24 anos de idade, precisou enfrentar esta situação, e não apenas isso: após um acidente de carro, ela também de despediu de seu marido, Fabian Guerrero-Moreno. “Esta sou eu, finalmente segurando meu filho em meus braços. É isso o que acontece quando se está em trabalho de parto induzido por quase 24 horas após sobreviver a um acidente de carro que matou o meu marido e o meu filho. Tudo porque alguém achou que estava tudo certo dirigir bêbado. Não está tudo certo“, escreveu no Instagram.

+ Casal faz ensaio inspirado em Diário de Uma Paixão para celebrar 57 anos juntos
+ Preço dos novos fones de ouvido está levando os fãs da Apple à loucura na web

Kristian, que mora na cidade de Bryan, no Texas, Estados Unidos, estava grávida quando dirigia com o marido na estrada quando uma veterana da Universidade do Texas, chamada Shana Elliott, bateu no meio do carro da família, matando o homem, que estava no banco do passageiro do carro. A mulher sofreu hemorragias no cérebro e precisou induzir o trabalho de parto de um natimorto de apenas 19 semanas, o primeiro filho do casal.

Agora, Kristian quer usar sua história para conscientizar outras pessoas sobre os riscos de beber e dirigir: “É certo você impedir um amigo bêbado de dirigir, é certo você tirar as chaves de alguém quando eles estão mostrando sinais de estarem bêbados. É certo pegar o celular para pedir uma carona se você está um pouco tonto. Não é um sinal de fraqueza. É um sinal de maturidade, porque você está sendo honesto consigo mesmo e sabe as consequências de dirigir bêbado, e isso supera qualquer tipo de vergonha que você possa sentir por admitir que está muito bêbado para dirigir“, escreveu em seu perfil pessoal no InstagramConfira: 

Continua após a publicidade

01

O que não é certo é você passar o resto da sua vida se sentindo culpado por saber que você tirou a vida de alguém ou que tirou a chance de uma pessoa de estar neste mundo. Não vale a pena. Não beba e dirija. Não arrisque sua liberdade. Você não está apenas colocando a sua vida em perigo, mas também a vida de todas as pessoas que estão na rua“, escreveu a mulher. No Instagram, a mensagem recebeu apoio e foi amplamente compartilhada, recebendo mais de 5 000 curtidas.

No final, Kristian diz que não deixará a morte do filho e do marido ser em vão: “Eu poderia ter morrido no dia 2 de Agosto, mas Deus tem outros planos. Eu fui deixada para trás para lutar as lutas do meu marido e do meu filho. E eu vou continuar a conscientizar as pessoas e compartilhar esta história até o dia que eu morrer, na esperança de prevenir que qualquer outra pessoa enfrente a dor que eu estou sentindo todos os dias. Eu me recuso a permitir que as mortes do meu marido e do meu filho sejam em vão“, disse.

04

Dê sua opinião: E você, o que achou do emocionante relato de Kristian? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade

Publicidade