Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Este homem dedicou anos de sua vida a um bonito projeto para alegrar sua esposa cega

Conheça o Senhor e a Senhora Kuroki — casados há muitos anos, eles foram felizes e criaram dois adoráveis filhos na região rural do Japão. No entanto, tudo mudou quando a mulher perdeu a visão em virtude de complicações da diabete. + Mulher encontra lanche velho do McDonald’s e o resultado é surpreendente + Comentarista da Globo […]

Por Tatiane Rosset Atualizado em 26 fev 2017, 13h09 - Publicado em 17 fev 2016, 15h05

01

Conheça o Senhor e a Senhora Kuroki — casados há muitos anos, eles foram felizes e criaram dois adoráveis filhos na região rural do Japão. No entanto, tudo mudou quando a mulher perdeu a visão em virtude de complicações da diabete.

+ Mulher encontra lanche velho do McDonald’s e o resultado é surpreendente
+ Comentarista da Globo é criticado por carnavalesco e vira meme no Carnaval

Por causa da doença, a matriarca entrou em depressão e acabou ficando reclusa na casa do casal. Preocupado com a saúde da mulher, o Senhor Kuroki pensou em maneiras de animá-la — e encontrou a solução perfeita.

Para alegrar a sua esposa, o homem resolveu plantar um enorme jardim de flores — o objetivo da ideia era atrair a mulher para fora de casa com um inebriante aroma. Dois anos de trabalho duro e milhares de flores depois, a fazenda privada de flores deu certo. Assista ao vídeo: 

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=aVXpBqj67BY?feature=oembed&w=500&h=281%5D

Para a alegria da família, o projeto não só restaurou a alegria da matriarca, mas hoje é uma procurada atração turística japonesa, sendo visitada por milhares de pessoas do mundo inteiro — interessados não só nas flores, mas também na bonita história de amor.

Continua após a publicidade

07

06

05

04

03

02

Dê sua opinião: O que você achou da incrível declaração de amor do Senhor Kuroki? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook.

Continua após a publicidade
Publicidade