Clique e assine com até 89% de desconto
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Sem maquiagem, Cleo Pires desabafa sobre doença no Instagram

"Aprendi muita coisa bacana e os cuidados que tive de implementar no meu dia a dia tornaram meus hábitos e minha pele muito mais saudáveis"

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 17 Maio 2017, 11h31 - Publicado em 17 Maio 2017, 11h30

Cleo Pires surpreendeu os seguidores ao fazer um comovente desabafo no Instagram. Sem maquiagem, a atriz relembrou o dia em que recebeu o diagnóstico de melasma: “Lembro quando descobri que tinha melasma, foi difícil para mim. Uma menina que mal usava maquiagem e que gostava da praticidade em tudo“, revelou.

Mas aprendi muita coisa bacana e os cuidados que tive de implementar no meu dia a dia tornaram meus hábitos e minha pele muito mais saudáveis. Hoje eu tomo vários cuidados com a pele, que eu já contei para vocês num vídeo lá no canal do meu site“, revelou Cleo na publicação. Nos comentários, fãs elogiaram a atriz: “Tu é linda de qualquer jeito!“, escreveu uma seguidora. Outros aproveitaram para desabafar sobre a doença. “Aí Jesus, então me passa a receita porque já fiz de tudo e não resolveu. Quando me olho no espelho e vejo essas manchas, me bate uma depressão terrível“. Confira: 

View this post on Instagram

Lembro quando descobri que tinha melasma, foi difícil pra mim. Uma menina que mal usava maquiagem e que gostava da praticidade em tudo. Mas aprendi mta coisa bacana e os cuidados que tive de implementar no meu dia a dia tornaram meus hábitos e minha pele muito mais saudáveis. Hoje eu tomo vários cuidados com a pele que eu já contei pra vocês num vídeo lá no canal do meu site. Dessa vez a @drajbarboza , minha ortomolecular, explica como lidar com essas manchas e até mesmo como acabar com elas. Vem saber mais nessa matéria sobre melasma. Link na Bio ☝🏼

A post shared by GypsyVikingWitch (@cleo) on

A melasma é caracterizada pelo surgimento de manchas escuras na pele, que normalmente aparecem no rosto, mas também podem ocorrer em outras áreas expostas ao sol, como braços e colo. É mais comum entre mulheres entre os 20 e 50 anos e há inúmeras causas para o seu aparecimento, principalmente a exposição solar. Uso de anticoncepcionais por via oral, medicações, fatores hormonais e predisposição genética também influenciam.

  • Dê sua opinião: E você, o que achou da mensagem de Cleo Pires? Deixe seu comentário e aproveite para curtir nossa página no Facebook!

    Continua após a publicidade
    Publicidade