Clique e assine com até 89% de desconto
Pop! Pop! Pop! Por Blog Cultura pop, TV e o que repercute nas redes sociais

Anitta sai em defesa de Ludmilla após ataques on-line: “Covardes”

No Twitter, usuário se refere à artista como “neguinha nojenta” e disse que ela precisa “de umas belas chicotadas”

Por Redação VEJA São Paulo 17 jun 2020, 15h44

Anitta criticou ataques racistas que a cantora Ludmilla vem sofrendo na internet. A maior parte das ofensas começaram depois que Ludmilla publicou um vídeo no qual expõe os motivos de suas desavenças com Anitta. Entre outros motivos, ela citou o racismo na indústria da música.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

“Criminosos covardes que se dizem meus fãs propagando mensagens de racismo e injúria racial nas redes sociais. Já disse e repito — isso é abominável e inadmissível!”, disse Anitta em stories no seu Instagram.

“Minha equipe já está apurando tais perfis que até então não foram identificados como membros de nenhum fã-clube dos nossos cadastros. Mas não me calarei ou me acomodarei frente a esses absurdos que tenho lido e que estão chegando até mim”, disse ela. Anitta ressalta injúria racial é crime: “Quem fez isso vai pagar pelo que fez. E quem pensar em fazer, saiba que a justiça vai atrás de você também. Já acionei advogados e especialistas em crimes de internet. Racismo não. Racismo é crime”. Confira:

Ludmilla já havia comentado sobre o crime em seu Twitter. Uma pessoa chamou a cantora de “neguinha nojenta” e disse que ela precisava “de umas belas chicotadas”. Ela, então, rebateu.

Continua após a publicidade

  • Continua após a publicidade
    Publicidade