Clique e assine por apenas 6,90/mês

SP autoriza retomada dos treinos de futebol a partir de 1° julho

O protocolo sanitário e de segurança foi submetido à análise e aprovado por especialistas do Centro de Contingência do coronavírus do Estado

Por Redação VEJA São Paulo - 17 jun 2020, 15h41

O Governo do Estado de São Paulo confirmou nesta quarta-feira (17) a autorização para a retomada de treinamentos pelos clubes de futebol de São Paulo a partir de julho. A liberação impõe um protocolo de segurança que prevê testagem periódica de atletas e demais profissionais e medidas de distanciamento social durante atividades individuais. Ainda não há data prevista para o retorno de competições oficiais

A liberação foi decidida na véspera, em reunião entre representantes do Governo do Estado, clubes, Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo e Federação Paulista de Futebol. O protocolo sanitário e de segurança foi submetido à análise e aprovado por especialistas do Centro de Contingência do coronavírus do Estado.

+ Assine a Vejinha a partir de 6,90

Inicialmente, os treinos só deverão envolver atividades físicas individuais, com limitação no número de pessoas presentes e veto à presença de jornalistas ou público. Atletas e demais profissionais deverão respeitar distanciamento mínimo e o uso de máscaras é obrigatório, exceto quando a proteção prejudicar o desempenho dos jogadores.

Continua após a publicidade

Profissionais com idade a partir de 60 anos ou portadores de doenças crônicas não devem participar dos treinamentos. O acesso ao espaço de treinamentos terá entrada única, com medição de temperatura e questionário sobre apresentação de sintomas comuns a síndromes gripais. Cada clube deverá manter um registro de casos suspeitos, testes realizados e diagnósticos confirmados com análise periódica das informações.

Médicos, fisioterapeutas e demais profissionais de saúde deverão sempre usar equipamentos de proteção individual durante as atividades com atletas. Os clubes também deverão fazer divulgações periódicas de conscientização sobre a pandemia e medidas de higiene pessoal e distanciamento social fora do ambiente profissional.

Em caso de casos confirmados de contaminação pelo coronavírus, os pacientes deverão ser imediatamente isolados, além de monitoramento e testagem de pessoas com quem tiveram contato dentro e fora dos clubes. O Governo do Estado deve anunciar protocolos e medidas de segurança para liberar as demais modalidades — seja em âmbito amador ou profissional — no próximo dia 26.

Publicidade