Clique e assine por apenas 6,90/mês
Poder SP Por Sérgio Quintella Sérgio Quintella é repórter de cidades e trabalha na Vejinha desde 2015

Câmara aprova projeto que proíbe canudos plásticos na capital

Medida ainda precisa passar por nova votação para ir à sanção do prefeito Bruno Covas

Por Sérgio Quintella - Atualizado em 27 fev 2019, 18h08 - Publicado em 27 fev 2019, 18h06

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou nesta quarta (27), em primeira votação, o projeto de lei que proíbe o fornecimento de canudos plásticos na cidade de São Paulo. A iniciativa, que partiu do vereador Reginaldo Tripoli (PV), tem a coautoria de outros 46 parlamentares. Foram 41 votos favoráveis e dois contrários.

A proposta determina o veto do fornecimento dos objetos de plástico a clientes de bares, padarias e restaurantes, entre outros. No lugar, as empresas poderão fornecer canudos de papel ou de outro material biodegradável, incluindo opções comestíveis. “Mais de 95% do lixo nas praias brasileiras é plástico. Assim como outros resíduos, ele acaba no mar, causando piora nos habitats naturais e na saúde dos animais, que com frequência morrem por ingestão de plástico”, afirma Tripoli.

A segunda apreciação da matéria pelos vereadores deverá ocorrer na próxima semana. Se aprovada, segue para a sanção do prefeito Bruno Covas (PSDB). O tucano já sinalizou que concorda com a medida. A multa para quem descumprir a lei poderá chegar a 8 000 reais, mas a definição ocorrerá durante a regulamentação do texto, uma etapa seguinte.

Publicidade