Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Randômicas Por Juliene Moretti Tudo sobre música, clipes, entrevistas e novidades dos shows.

Música clássica: Cultura Artística e Osesp se apresentam em 2021

Jakub Józef Orlinski, Maria João Pires e Nelson Freire são algumas das atrações do próximo ano

Por Juliene Moretti Atualizado em 17 dez 2020, 16h31 - Publicado em 18 dez 2020, 06h00

Cultura Artística

Com o cancelamento da temporada deste ano, a Cultura Artística vai reforçar 2021 com 25 atrações, entre concertos e recitais de violão. A primeira delas é com o Quarteto Attacca, formação que ganhou o Grammy de melhor grupo de câmara em 2019 e estreia em terras brasileiras. Serão duas apresentações deles nos dias 6 e 7 de julho, na sala São Paulo.

Orlinski (centro), Maria João (direita) e Freire (esquerda)
Orlinski (centro), Maria João (direita) e Freire (esquerda): destaques na programação do próximo ano da Cultura Artística Benjamin Eolavega/Jiyang-Chen/May-Zircus/Divulgação

O jovem contratenor Jakub Józef Orlinski, uma revelação da música vocal, estará com o grupo Il Pomo d’Oro nos dias 3 e 4 de agosto. O repertório vai abordar o amor na ópera barroca. O piano também é destaque na programação da instituição. Nos dias 24 e 25 de agosto, apresenta-se o húgaro András Schiff, com obras de Bach e Beethoven. Há o retorno da portuguesa Maria João Pires, nos dias 19 e 20 de outubro. O encerramento da temporada será nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, com o pianista Nelson Freire.

Osesp

A Osesp dá continuidade ao ciclo de sinfonias do projeto Beethoven 250, destaque da temporada de 2020. O maestro Thierry Fischer estará à frente da formação em doze concertos dessa série, de janeiro a março. As primeiras apresentações serão nos dias 6 a 8 de janeiro, com Sinfonia nº 6 — Pastoral.

Orquestra da Osesp à esquerda, retratos de Piazzolla e Stravinsky à direita
Osesp (à esquerda), Piazzolla (acima) e
Stravinsky: ciclo de
homenagens Mariana Garcia/Domínio-Publico/George Grantham Bain Collection/Divulgação

Oficialmente, porém, a temporada 2021 começa no dia 11 de março. O programa tem Ojí — Chegança e Ímpeto, de Paulo Costa Lima, e o balé completo de O Pássaro de Fogo, de Ígor Stravinsky. Esse último inicia a série Stravinsky — 50 Anos de Sua Morte. Ao todo, serão nove concertos, que incluem as execuções dos balés Petrushka e A Sagração da Primavera.

As obras de outros dois compositores serão celebradas. Astor Piazzolla ganha o projeto Piazzolla 100, que comemora seu centenário. Dele, Os Três Movimentos Tanguísticos é o primeiro a ser apresentado, em maio. Escolha de Fischer, Camille Saint-Saëns também será lembrado a partir de 22 de abril, com O Concerto para Violino nº 3.

Sala São Paulo. Praça Júlio Prestes, 16, Luz. ☎ 3367-9500.

+Assine a Vejinha a partir de 5,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 23 de dezembro de 2020, edição nº 2718

Continua após a publicidade
Publicidade