Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Randômicas Por Juliene Moretti Tudo sobre música, clipes, entrevistas e novidades dos shows.

Nova balada no centro abre e já tem data para fechar

Novo clube pop-up, na Bela Vista, funciona durante menos de um mês

Por Juliene Moretti Atualizado em 11 abr 2018, 17h46 - Publicado em 11 abr 2018, 17h41

No estilo pop-up, a casa noturna Zero abre as portas nesta sexta (13) já com data para fechar: 5 de maio. Produzido por Armando Saullo, Natalia Takenobu e Gabriel Ribeiro, do bloco Agrada Gregos, em parceria com Leandro Chiarato, ex-Hot Hot, o espaço de 650 metros quadrados e duas pistas terá decoração de pegada industrial, no estilo “inacabada”.

Uma das curiosidades são os banheiros. Projetados pela EscapeTime, terão desafios interativos entre as cabines.

A fachada do espaço, onde ficava a Hot Hot Armando Saullo Divulgação/Veja SP

Já estão agendadas as festas. Na sexta (13), a noitada tem shows de Gilmelândia e Ludmillah Anjos, além de discotecagens de Saullo, Cláudio Jr., Dan Rodrigues e Vinny Benicasa. O sábado (14) trará duas pistas, uma com a festa Glow in the Dark, de indie-rock, e outra com a Glow Pop, com os hits do pop nacional e internacional. No domingo (15), é a vez da Batekoo, onde trans e travestis têm entrada liberada.

A ideia, de acordo com os produtores, é dividir os estilos de noite: sexta é LGBT e sábado, voltado aos héteros.

Os ingressos variam de 10 reais a 120 reais, com consumação, a depender do dia. A nova balada fica na Rua Santo Antônio, 570, na Bela Vista, onde antes funcionava a Hot Hot. A agenda será divulgada na página do Facebook do espaço.

Continua após a publicidade
Publicidade