Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Filha de Paul Walker vai receber U$ 10 milhões de indenização

Desde a morte do ator Paul Walker e de seu amigo Roger Rodas, em 2013, quando o veículo da marca Porsche em que estavam colidiu com um poste e pegou fogo, as famílias dos dois iniciaram uma batalha na Justiça. Nesta sexta-feira (8) a imprensa americana divulgou que a filha de Walker, Meadow Walker, de 17 anos, […]

Por VEJA SÃO PAULO Atualizado em 26 fev 2017, 12h35 - Publicado em 8 abr 2016, 13h37
Paul se tornou astro ao interpretar Brian O'Conner na franquia "Velozes & Furiosos"

Paul se tornou astro ao interpretar Brian O’Conner na franquia “Velozes & Furiosos”

Desde a morte do ator Paul Walker e de seu amigo Roger Rodas, em 2013, quando o veículo da marca Porsche em que estavam colidiu com um poste e pegou fogo, as famílias dos dois iniciaram uma batalha na Justiça. Nesta sexta-feira (8) a imprensa americana divulgou que a filha de Walker, Meadow Walker, de 17 anos, ganhou uma indenização no valor de 10,1 milhões de dólares (cerca de 37 milhões de reais) que será pago pela Companhia de Seguros de propriedade da família de Roger Rodas, condutor do carro no momento do acidente.

+ Os longas-metragens obrigatórios para ver no festival dos melhores filmes do CineSesc

Em entrevista, o advogado da filha de Walker, Jeff Milam, alegou que Rodas foi considerado parcialmente culpado, apesar de não estar dirigindo imprudentemente, fazendo manobras arriscadas, conforme chegou a ser especulado na época.

Em 2014 a esposa de Rodas havia iniciado um processo contra a Porsche, alegando que defeitos de design no modelo Carrera GT, de 2005, foram responsáveis pelo acidente que matou seu marido e Walker. Por sua vez, a filha de Walker e o pai do ator, também entraram na Justiça contra a empresa no ano de 2015, alegando que problemas técnicos no carro haviam sido letais para o acidente.

+ 18 filmes que você não sabia que são baseados em histórias reais para ver na Netflix

Nesta semana foi divulgado por sites americanos que a Porsche foi considerada inocente no processo movido pela viúva de Rodas. O tribunal concluiu que Kristina não forneceu provas suficientes sobre responsabilidade da montadora.

O processo movido pela família de Walker contra a montadora ainda aguarda julgamento.

Continua após a publicidade
Publicidade