Clique e assine por apenas 6,90/mês
Blog do Miguel Por Miguel Barbieri Jr. Fique por dentro das melhores dicas de filmes e séries.

Astro Shia LaBeouf relembra sua dolorosa infância em O Preço do Talento

Honey Boy, seu título em inglês, ficou inédito nos cinemas e pode ser alugado em plataformas digitais, como o NOW

Por Miguel Barbieri - Atualizado em 20 Mar 2020, 16h13 - Publicado em 20 Mar 2020, 12h13

Em meados dos anos 2000, Shia LaABeouf foi tido como uma das maiores revelações e promessas do cinema americano. Ele tinha estrelado Paranoia, Transformers e Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal. No auge da carreira e da fama, o ator excedeu os limites em baladas, drogas e bebedeiras. O resultado foi um grave acidente, a suspensão da habilitação e a internação numa clínica de reabilitação. Inédito nos cinemas, O Preço do Talento (Honey Boy, no original) é uma biografia bastante transparente de autoria do próprio LaBeouf.

A trama se passa em apenas dois momentos de sua vida. Shia vira Otis e, em 1998, o garoto (papel do excelente Noah Jupe, de Um Lugar Silencioso), de 12 anos, é a estrelinha de uma sitcom e mora com o pai (interpretado pelo próprio LaBeouf) num motel frequentado por prostitutas, em Los Angeles.

A outra fase desenrola-se com o rebelde e intempestivo Otis, agora papel de Lucas Hedges, já internado e tentando se livrar dos vícios, mesmo com as tentações ao redor. No vaivém do tempo, descortina-se uma relação de amor e ódio entre um filho submisso a um pai cheio de contradições. Está, portanto, nessa inconstante figura paterna o espelho de um ex-astro mirim que não soube, até certa idade, lidar com o preço do sucesso. Eu vi NOW, mas está disponível em outras plataformas digitais.

Quer me seguir nas redes sociais? Anote: 

Continua após a publicidade

Facebook: facebook.com/paginadoblogdomiguel
Twitter: @miguelbarbieri
Instagram: miguelbarbieri
YouTube: Miguel Barbieri Jr. 

 

 

Publicidade