Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Bar do Fuad comemora cinquenta anos de história

Ponto tradicional de Santa Cecília ganhou reforma e ampliação

Por Gabrielli Menezes Atualizado em 31 out 2017, 11h41 - Publicado em 20 out 2017, 06h00

Instalado no número 244 da Rua Martim Francisco, em Santa Cecília, o Esquina do Fuad realizou no mês passado uma festa para celebrar meio século de existência. A casa — desde 2007 sob o comando da economista Lilian Sallum, filha do empresário cujo nome batiza o restaurante — passou por uma reforma de dois meses no fim de 2016. As transformações, além de conferir um ar de restaurante ao local antes considerado bar, ampliaram a área em mais 40 metros quadrados.

Quem deu início à empreitada foi Fuad Sallum. Nascido em Severínia, no norte do Estado de São Paulo, ele chegou ainda jovem à capital para trabalhar em uma fábrica de máquinas de costura. Entrou na gastronomia aos 29 anos, quando se tornou sócio da hamburgueria Kent’s, que funcionava no mesmo endereço do atual negócio. Em 1966, passou a administrá-la sozinho e, dois anos mais tarde, o negócio deixou de ser lanchonete.

Fuad, nos anos 2000 Arquivo Pessoal/Veja SP

Na época, ele instalou uma churrasqueira no meio do salão e alterou o letreiro do estabelecimento, que passou a se chamar Esquina Grill. Como Fuad era muito popular no bairro, no entanto, a clientela ignorava o título oficial e chamava o lugar pelo nome do dono.

Vários políticos, como os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Dilma Rousseff e o atual presidente, Michel Temer, chegaram a ser atendidos no balcão da casa. O proprietário gostaria de ter recebido, porém, Ronaldo Fenômeno. O artilheiro morou na região quando jogou no Corinthians. Fã de futebol, o dono criou até um prato em homenagem ao craque, mas ele nunca deu as caras por lá.

Mesmo depois da morte do fundador, em 2013, e da modernização do cardápio realizada pela filha, o prato de picanha com mandioca frita, agrião e arroz de carreteiro continua a ser o mais vendido da casa.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade