Clique e assine por apenas 6,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Relembre álbuns de figurinhas que fizeram sucesso no passado

Veja aqui algumas das publicações que mais trazem lembranças aos saudosistas

Por Redação VEJA São Paulo - Atualizado em 4 Mar 2017, 20h02 - Publicado em 4 Mar 2017, 18h14

Por Roosevelt Garcia

Muita gente gosta de colecionar figurinhas, e isso não é de hoje! Desde o começo do século XX, esse passatempo conquistou adultos e crianças pelo país, e alguns desses álbuns ficaram marcados na memória das crianças de antigamente. Confira alguns deles:

branca-de-neve

Branca de Neve e os Sete Anões

Lançado em 1949 devido ao sucesso do filme, este álbum tem a particularidade de ter sido o primeiro a trazer figurinhas em pacotinhos.

albuns-com-premios

Álbuns com prêmios

Continua após a publicidade

Esse tipo de álbum foi uma mania nos anos 60 e 70. Geralmente eram pequenos, no formato horizontal, e traziam em cada página a imagem de um prêmio, como um eletrodoméstico ou utensílio de cozinha. Essa imagem era dividida em quatro a dezesseis partes, preenchidas com as figurinhas. Quem completasse a figura, ganharia o prêmio. Era uma boa diversão, exceto pelo fato de sempre faltar a mesma figurinha para todos, o que levava à suspeita de que ela nem existisse. Soube-se de gente que chegou a ganhar uma panela de pressão ou um ferro de passar roupa, mas nunca ninguém conheceu alguém que ganhou um aparelho de TV.

album-perdidos-no-espaco

Perdidos no Espaço

Em 1968, Perdidos no Espaço era uma das séries mais vistas na televisão brasileira. Este álbum foi um sucesso estrondoso. Trazia, além de fotos de um episódio completo da série, figurinhas com curiosidades espaciais e também fotos de astros da TV.

albuns-disney

Galeria Walt Disney

Lançado pela Editora Abril em 1976, trazia todos os personagens Disney, dos quadrinhos e do cinema, em figurinhas de qualidade superior às que se via até então. Teve uma nova edição em 1982, com capa e figurinhas diferentes, mas o mesmo nome. Outros álbuns Disney que merecem ser lembrados: Disney de A a Z, Show Disney Profissões, Mundo Mágico Disney.

Continua após a publicidade
album-chapinhas-de-ouro

Chapinhas de Ouro

Uma novidade no final da década de 70, este álbum tinha figurinhas metálicas com diversos temas, desde sinais de trânsito, passando por esportes e novelas da época. As crianças colavam as figurinhas no álbum, mas as repetidas eles colavam em qualquer lugar, porque era legal fazer isso! Assim, bicicletas, mochilas, estojos escolares, cadernos, tudo ficava muito mais divertido com Chapinhas de Ouro coladas. O único problema é que o álbum ficava pesado demais depois de cheio!

album-mundo-animal

Mundo Animal

Esse álbum de 1976 era uma verdadeira enciclopédia do reino animal, com informações sobre animais de todos os continentes, e até uma sessão dedicada a animais extintos. Me lembro que foi nesse álbum que descobri animais que jamais tinha ouvido falar antes, como o kiwi e a equidna, e que a camurça era um bicho. Muito procurado até hoje por colecionadores, não é difícil de encontrar.

album-turma-do-paulistinha

Turma do Paulistinha

Continua após a publicidade

Essa foi uma maneira do Governo de São Paulo incentivar os consumidores a exigirem nota fiscal, no início dos anos 80, e consequentemente arrecadar mais impostos. A gente juntava uma determinada quantia em notas fiscais e trocava pelo álbum e pelas figurinhas. Quando o álbum era completado, era só levá-lo a um posto autorizado e retirar um cupom para concorrer a diversos sorteios, inclusive de automóveis e aparelhos de TV. Foi uma febre entre adultos e crianças, todo mundo colecionava este álbum.

albuns-de-copas

Álbuns das Copas

Se tem um tipo de álbum que sempre fez sucesso entre a garotada, são os álbuns de futebol, especialmente os lançados em anos de Copa do Mundo, sucesso absoluto de vendas em todas as copas. Se os meninos ficam animados com essas publicações, são seus pais os que mais se entusiasmam. Em época de campeonato, é comum ver marmanjos trocando figurinhas até em ambiente de trabalho! De todos os lançados, o mais procurado até hoje, e o que tem maior valor para colecionadores, é o da Copa de 1994, seguido de perto pelo da Copa de 70 e o da Copa de 50, o primeiro álbum desse tipo lançado no Brasil.

albuns-de-novelas

Álbuns de novelas

Com o sucesso indiscutível que as novelas começavam a fazer nos anos 70, era natural que aparecessem também álbuns de figurinhas desse tema. Eram direcionados mais aos adultos, mas as crianças também entravam na brincadeira. O álbum da novela Roque Santeiro foi um dos que obteve mais sucesso em todos os tempos. O da novela Carrossel foi o mais colecionado por crianças.

Continua após a publicidade
albuns-hannabarbera

Álbuns Hanna-Barbera

Os personagens Hanna-Barbera renderam uma série enorme de álbuns nos anos 70 e 80, mais ainda do que a Disney. Os desenhos animados estavam em todos os canais e tinham personagens para todos os públicos. A partir do Festival HB, de 1973, foram lançados outros oito álbuns nos anos seguintes, e ainda outros dois com a marca do Cartoon Network, quando todo o catálogo Hanna-Barbera era exibido nesse canal.

albuns-turma-da-monica

Álbuns da Turma da Mônica

A turminha do bairro do Limoeiro também ganhou diversas versões em álbuns de figurinhas, começando ainda nos anos 70 com o álbum A Turma da Mônica, nos tempos do personagem Pelezinho. Nas décadas seguintes, outros álbuns foram lançados, inclusive um que trazia a turminha para a era da internet.

albuns-de-meninas

Álbuns românticos

Continua após a publicidade

Colecionar figurinhas sempre foi um passatempo pra meninos e meninas, mas, da mesma forma que os álbuns de futebol atraem mais os meninos, álbuns com mensagens românticas e bichinhos fofinhos são feitos especialmente para o público feminino. Foram muitos os lançamentos a partir dos anos 70, entre eles Amar é, Bem Me Quer, Fofura, Os Fofinhos, Hello Kitty, Amor Perfeito, Moranguinho e Sua Turma, Alto Astral, Volta ao Mundo, Ursinhos Carinhosos. A lista é enorme, e as meninas até preferiam deixar o álbum em branco, e colar as figurinhas em seus cadernos e pertences pessoais.

Publicidade