Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Em Guerra com o Vovô: comédia destaca importância do diálogo com família

A produção estrelada por Robert de Niro apresenta situações delicadas em relação ao envelhecimento e ao cuidado necessário com entes queridos

Por Barbara Demerov Atualizado em 14 Maio 2021, 00h08 - Publicado em 14 Maio 2021, 06h00

Após protagonizar O Irlandês, da Netflix, o astro Robert de Niro retorna aos cinemas com a comédia Em Guerra com o Vovô. Apesar de o título implicar conflitos acentuados, o filme, dirigido por Tim Hill, apresenta situações delicadas em relação ao envelhecimento e ao cuidado necessário que uma pessoa precisa ter para zelar pela família.

Na trama, Peter (Oakes Fegley) e seu avô Ed (De Niro), que acaba de se mudar para a casa do neto, entram em cabo de guerra após o jovem ser forçado a sair de seu quarto e a dormir no sótão. Isso é motivo suficiente para que o clima de perseguição se instaure no local, afetando todos os que vivem ali (incluindo a mãe do garoto, interpretada por Uma Thurman).

Situações absurdas acontecem e outros personagens (de todas as idades) fazem parte dos planos para dificultar a rotina de ambos. Ao mesmo tempo que não coloca o pé no freio nas pegadinhas, o filme aborda temas como solidão na terceira idade, uma vez que Ed se tornou viúvo há pouco tempo. O diretor também dá atenção ao olhar da criança diante da mudança, expondo suas frustrações e receios. A comédia tece reflexões sobre quão importante é manter o diálogo com familiares. Atualmente com sessões de pré-estreia, Em Guerra com o Vovô entra em cartaz nacionalmente em 20 de maio.

+Assine a Vejinha a partir de 8,90.

Publicado em VEJA São Paulo de 19 de maio de 2021, edição nº 2738

Continua após a publicidade
Publicidade