“Felicidade é um estado natural, mas todos estão distraídos desse estado”

Kaw Yin e Yan Yin, da escola de consultoria existencial Coexiste, falam do propósito verdadeiro que traz motivação real para todos os dias

PONTO DE PARTIDA As distrações do mundo não estão sendo mais suficientes para segurar a onda das pessoas. Todo mundo aprendeu a pular de meta em meta, sempre suscetível a conseguir ou não atingir aquele objetivo. Fica uma sensação de “não era tudo isso”. Sem modificar o jeito de ver, não dá para mudar de sensação. Aqui surge um gentil convite para trocar de perspectiva.

OBJETIVO NA VIDA Propósito virou palavra da moda hoje em dia, daí o fato de sua compreensão poder ficar vaga. Mas descobrir um propósito verdadeiro e constante, que não tenha a ver com as conquistas do mundo, é a única forma de estar motivado. Só é possível se sentir realizado com base em sua realidade, não a partir das imaginações. Antes de tudo, é preciso entrar em contato com a existência.

RELEMBRANÇA NECESSÁRIA Olhando de verdade para as pessoas, é muito fácil enxergar beleza em todas. A gente se apaixona muito facilmente. Por mais que alguém tome uma atitude considerada inadequada, dá para perceber ali uma criança inocente que está confusa. É como se você fosse buscar o seu filho que está brincando na chuva. Mesmo que o encontre totalmente cheio de barro, você sabe que é só lavá-lo. O relacionamento serve para nos lembrar da vida e trocar a ausência pela presença.

DESFAZER-SE DOS CONDICIONAMENTOS A felicidade é um estado natural, mas todos estão distraídos desse estado. Basta tirar os condicionamentos que foram estabelecidos para a pessoa desvendar quem ela é, sempre foi e será: calma, em paz. O autoconhecimento é um processo de encontrar o que fica escondido por trás das ideias.

NÃO JULGAMENTO Quando Descartes chegou ao “Penso, logo existo”, firmou-se em algo indubitável: se eu sou capaz de pensar, eu existo. Mas a minha existência antecede o que eu penso, não depende disso. Todo passar mal vem de um pensamento. Por que os sábios praticaram tanto a meditação? Porque, quando você para de pensar, aparece você. É preciso cessar os julgamentos que ficam perturbando a sua cabeça. O segredo da felicidade é o não julgamento.

COMUNICAÇÃO NO LUGAR DO ISOLAMENTO As pessoas aprenderam a preservar uma individualidade que as deixam solitárias. Toda sensação de tristeza vem justamente da falta de conexão entre as pessoas. Uma interação baseada em qualquer assunto vira conversa vazia. Eu, que existo, procuro você, que existe, por trás de todos os pensamentos. Desse contato, será que vamos descobrir que a nossa matéria-prima não era diferente como pensávamos? Esse é o caminho da comunicação.

PEGADINHA DO SACRIFÍCIO Há uma crença que tem de ser revertida: a de que o sacrifício pode trazer felicidade. Felicidade é algo que se conquista eliminando a culpa e o sofrimento, em vez de valorizá-los. Quando você entra num trabalho de reconhecimento da sua natureza, descobre que é um estado de amor.

FASES DA TRANSCENDÊNCIA O processo de reassumir sua condição amorosa costuma passar por etapas. No começo, você chuta o balde. Depois, percebe que a sua mente está no comando das ações e começa a escolher: será que eu quero chutá-lo? Na sequência, talvez você fique olhando para o balde com o pé coçando, mas decida não chutá-lo. Tem uma hora que você não enxerga mais o balde. As justificativas para a raiva acabaram e você só sente gratidão.

PRESENÇA TOTAL A vida não é dividida em dias ou atividades. Eu, que sou a vida, posso fazer mercado, dirigir, tomar banho, ir ao banco, até levar uma fechada no trânsito, não importa. Tudo vira uma oportunidade de relacionamento e elucidação. Fazer com que as pessoas relembrem da vida que está sempre presente nelas é um propósito verdadeiro que torna todos os dias prazerosos. Somos um meio de comunicação, somos um acesso ao amor. E isso é muito útil, vitalizante e motivador.

Yan Yin e Kaw Yin: fundadores da Coexiste

Yan Yin e Kaw Yin: fundadores da Coexiste (Divulgação/Divulgação)

Kaw Yin e Yan Yin são fundadores da escola de consultoria existencial Coexiste e autores do e-book A Sua Real Motivação Está no Seu Verdadeiro Propósito. Eles acordam todos os dias dispostos a ensinar o discernimento entre o real e o imaginário.

Publicado em VEJA SÃO PAULO de 07 de agosto de 2019, edição nº 2646.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s