Clique e assine por apenas 6,90/mês
Vida Boa Por Bárbara Öberg A repórter Bárbara Öberg fala sobre bem estar, exercícios, saúde e novidades para melhorar a rotina.

Dica magrinha: receita de peixe ao molho funghi

Contei, na semana passada que o sucesso da minha dieta foi ter a disciplina de fazer a minha própria comida. Eu estava de saco cheio de comer frango pálido e duas folhas de rúcula sem a menor graça. Então, passei a criar receitas. E colocar um “quê” de gourmet nas minhas marmitas, sempre buscando uma […]

Por VEJA SÃO PAULO - Atualizado em 26 fev 2017, 19h13 - Publicado em 27 jan 2015, 14h19
Marmitinha delícia e rápida

Marmitinha delícia e rápida

Contei, na semana passada que o sucesso da minha dieta foi ter a disciplina de fazer a minha própria comida. Eu estava de saco cheio de comer frango pálido e duas folhas de rúcula sem a menor graça. Então, passei a criar receitas. E colocar um “quê” de gourmet nas minhas marmitas, sempre buscando uma versão menos gorda possível.

Por que a marmita gourmet é a melhor amiga da dieta?

Aposte nas opções certas, e o restaurante a quilo pode ser um grande aliado. Ou grande vilão

Hoje vou dar a receitinha de um peixe ao molho funghi que aconteceu ao acaso, quando eu trombei com um saquinho de funghi na dispensa (resquício, certamente, de algum risoto feito num jantar que, certeza, deve ter sido regado a muuuuuito vinho). Na época (e até hoje), apostei em refeições menores, mas mais saborosas. A escolha da dieta é de cada um. E estou compartilhando com vocês o que funcionou pra mim.

O que vai:

Filé de peixe (usei linguado que compro e deixo no congelador porque essa coisa de peixe fresco é sonho, né?)

Funghi porcini sechi

Leite

Continua após a publicidade

Requeijão light zero gordura

Uma colher de creme de leite light (eu disse uma)

Como fiz:

Temperei os filés de linguado com sal, limão e cebola. Reservei um pouquinho e, depois, coloquei no forno, num envelope de papel alumínio. Fique atento: peixe cozinha super rápido e, em porções pequeninas, ainda mais.

O molho:

Fiz um creme branco ao funghi. Na prática: peguei um saquinho pequeno de funghi, coloquei num recipiente com água e, em seguida, levei ao microondas (uns dois minutos). Tirei, piquei, acrescentei duas colheres de sopa de requeijão light (uso o da Danúbio que é ZERO gordura) e uma colher de creme de leite light, mais um ‘bocadinho’ de leite. Misturei tudo e levei ao fogo. Claro que fica meio ralo, porque não acrescentei maisena, ou outro tipo de farinha, como se faz tradicionalmente. Mas ok. Pronto. Depois que o peixe estava assado, joguei o creme por cima.

Acompanhamento:

Pra acompanhar: queijo cottage, aipo fatiado (aipo? É.. o gosto não é uma Brastemp, mas aipo, também conhecido como salsão, ajuda a queimar gordura), e espinafre cru picadinho (tava com preguiça de cozinhar e, surpresa, cru fica melhor). Salpica sal e um fio de azeite. Mistura tudo e pronto.

Como vencer a batalha para sair da cama e encarar o suplício da academia

Se você não está fazendo uma dieta focada em proteína (como a do Dr. Dukan), some a esse mix um lindo purê de batatas. Que eu coloquei na marmita da minha sócia (ela usa calça 36!!!).

Continua após a publicidade
Publicidade